Moda ou tendência: o que seguir no mercado de suplementos?

Moda e tendência, duas palavras que todo mundo conhece e que se encaixam em diversos segmentos. Mas, será que isso tem relevância dentro do mercado de suplementos alimentares também? A resposta é sim!

Nesse mercado, é importante estar ligado ao que está na moda, mas, principalmente, é preciso saber sobre quais são as tendências. São elas que ditam o que será moda e norteiam o comportamento das pessoas.

No dicionário, a definição das duas palavras são bem distintas, o que já explica muito sobre a diferença das duas expressões:

Tendência: 1. aquilo que leva alguém a seguir um determinado caminho ou a agir de certa forma; predisposição, propensão. 2. disposição natural; inclinação, vocação.

Moda: 1. Interesse excessivo ou fixação em algo; mania. 2. Maneira ou estilo de agir.

Diante disso, a moda se mostra como algo passageiro, que tem um prazo de validade e muda constantemente. Já as tendências ditam a moda, são mais duradouras e influenciam diretamente no comportamento das pessoas em diversos aspectos, inclusive no consumo.

Mas, analisando os dois conceitos, então é melhor investir em um produto focando na moda do momento ou na tendência? Ao longo do texto vou te explicar um pouco mais sobre isso no mercado de suplementos alimentares.

Moda e tendência no mercado de suplementos

O mercado de suplementos alimentares vem em uma crescente nos últimos anos. Na contramão de outros setores, que foram duramente afetados pela pandemia de Covid-19, esse mercado tem uma estimativa de crescimento de R$ 2,35 bilhões para R$ 2,64 bilhões até o final de 2021 segundo uma projeção sobre o crescimento divulgado pela ABENUTRI e pela BRASNUTRI.

E esse crescimento se dá pois os empresários da área seguem não só o que é moda, mas também as tendências do setor. Como um exemplo prático podemos citar produtos divulgados por influencers digitais.

Esse é um caso claro de produtos que seguem a moda, mas que a procura por eles dura pouco tempo. Já quando falamos em tendência pensamos em algo maior, que conduz o comportamento das pessoas, seus gostos e preferências. A moda é a cultura visível das tendências.

Inicialmente os suplementos alimentares não tinham um regramento específico e sua produção era mais restrita. Hoje esse processo se tornou mais fácil, pois há uma regulamentação específica para esses produtos, que passam por rigorosos processos de fiscalização. Diante disso, houve uma maior produção e uma maior demanda desses produtos no mercado.

Com o aumento da demanda, houve também o aumento da variedade do mesmo produto, de diferentes marcas. Diante disso, o consumo de suplementos alimentares se tornou uma tendência que se fortalece a cada dia. E a partir dessa tendência surgem várias modas com o lançamento de novos produtos que ficam em alta por um tempo e acabam perdendo força no mercado.

Por ser uma tendência, investir no mercado de suplementos alimentares tem sido algo rentável aos empresários do ramo. O que afirma isso é uma pesquisa da Associação Brasileira da Indústria de Alimentos para Fins Especiais e Congêneres (ABIAD) que mostra que o consumo de suplementos alimentares no Brasil aumentou 10% em cinco anos.

Modas vêm e vão e, por isso, a indústria e as marcas de suplementos alimentares precisam estar atentas para tirar o melhor proveito delas enquanto estão em alta. Ela não tem o mesmo efeito das tendências, não mudam o modo de pensar ou agir das pessoas. Elas passam e o mundo continua a girar da mesma forma.

Uma boa e prática definição e diferenciação entre os termos é que a moda é o que as pessoas estão usando ou fazendo e a tendência é o porque e de que maneira estão fazendo.

Hoje, diversas modas aparecem e desaparecem na mesma velocidade, mas a tendência de buscar uma vida mais saudável em meio a rotina corrida é uma tendência que mantém o mercado de suplementos alimentares aquecido. Para saber se algo é moda ou tendência basta pensar nos impactos caso isso desapareça. Se não houver impactos, é moda, agora, se isso impactar de alguma forma a sociedade, esse conceito é uma tendência.

Como saber o que é tendência no mercado de suplementos?

De acordo com a consultora brasileira Sandra Mian, engenheira de alimentos com conhecimentos em antropologia e food studies e mais de 35 anos de atuação no mercado, “tendências informam modelos de negócio. Modas informam campanhas publicitárias”.

É importante entender qual o seu objetivo e se isso se encaixa em uma tendência que rege comportamentos ou apenas uma moda passageira. Dentro do mercado de suplementos, a tendência é oferecer soluções rápidas e práticas para quem quer ter hábitos mais saudáveis sem que isso ocupe muito tempo de sua rotina.

Os suplementos alimentares como um todo visam suprir necessidades das pessoas que nem sempre conseguem ingerir a quantidade necessária de nutrientes em um dia. Em um parâmetro geral, os suplementos mais procurados são os compostos por vitaminas.

Ademais, dentro desse mercado há diversas modas, como produtos que auxiliam no emagrecimento, no crescimento e fortalecimento de unhas e cabelos, na manutenção da saúde da pele, entre outros. Muitas marcas se consolidaram no mercado dentro dessa tendência, mas se aproveitando da melhor maneira possível das modas nesse segmento.

É necessário pensar na tendência como um todo e oferecer produtos que atendam as necessidades do consumidor, assim como é necessário sempre estar atento à moda. Oferecer produtos novos de forma periódica é uma boa alternativa no mercado de suplementos.

Seguir apenas o que é moda é um caminho arriscado. A indústria não pode perder de vista as tendências que pode e quer seguir, segundo seu plano de negócio. Ademais, uma indústria que consegue oferecer um produto que segue a moda de forma rápida e sem afetar significativamente seus custos, está no caminho certo.

Aspectos que formam uma tendência

Tendências estão sempre baseadas em megatendências, paradigmas que cercam a sociedade. Entretanto, eventos políticos, sociais e econômicos podem influenciar nas tendências, como é o caso da pandemia de Covid-19 que o mundo enfrenta. Ela reforçou a tendência de uma vida mais saudável, principalmente porque as pessoas estão buscando mudar seus hábitos para manter a imunidade alta.

Dentro do mercado de alimentos e similares, a consultora brasileira Sandra Mian elenca cinco macrotendências:

Sustentabilidade; saúde e bem-estar; individualização e praticidade; comer por uma causa; custo e diferenciação social. A pandemia de Covid-19 acelerou, por exemplo, as duas primeiras tendências.

E o mercado de suplementos alimentares se encaixa na macrotendência de saúde e bem-estar, por isso se aquece a cada dia e é alimentado por novas modas. Além disso, mudanças de comportamento e sociais são extremamente importantes, por isso é necessário estar sempre atento e mapeando o que se passa na sociedade. Movimentos que começam a se aglomerar e ganhar força podem trazer mudanças de comportamentos e hábitos.

Hoje, os suplementos alimentares são considerados aliados de uma vida saudável e bem vistos no mercado. E, a última grande mudança que influenciou na sociedade e trouxe novos hábitos auxiliou para reforçar isso ainda mais.

Além disso, quem mapeia tendências precisa estar muito atento, além das mudanças, aos movimentos sociais, que também tem o poder de impulsionar as existentes ou criar novas. Mas, reforçando, é preciso analisar o todo e não cada ponto isolado.

Quando lançar um produto seguindo uma tendência?

Antes de pensar em lançar um produto baseado em uma tendência é importante ter em mente a capacidade da empresa de atender a tendência e, em muitos casos, ajudar a promovê-la, para que o produto dê certo. Outro ponto a ser analisado é o estágio em que a tendência está: nascendo, se instalando ou se já está instalada.

Algumas empresas conseguem se posicionar rapidamente em relação às tendências, caso que pode ser analisado com marcas de suplementos alimentares, que além de seguir a tendência da busca por uma vida mais saudável, ainda há empresas que conseguem tirar proveito também de modas.

Além disso, há também aquelas marcas que, com um bom estudo de mercado, modas e tendências, conseguem remodelar seu jeito de se comunicar com o público para conseguir tirar o melhor proveito do momento.

Entretanto, há aquelas empresas mais cautelosas que consideram o momento ideal para investir em uma tendência quando identificam ter um grande número de usuários para o produto, o que irá garantir lucro e rentabilidade. Ainda, há aquelas consolidadas financeiramente que conseguem investir em um produto antes que as demais marcas consigam colocar o mesmo no mercado.

O que se deve evitar quando há o projeto de lançar um produto que siga uma tendência é tentar colocar um lançamento que exige muito investimento bem no início ou bem no final de um ciclo.

Há chance de um produto que segue uma tendência não dar certo?

Sim, há. Mesmo com o mais aprofundado estudo de mercado apontando o caminho do sucesso, há a chance do produto não ter a vazão esperada assim que é lançado. O ser humano é imprevisível, por isso seguir apenas os dados estatísticos nem sempre é uma boa escolha.

Apesar do mercado de suplementos alimentares estar aquecido, não há como prever se um produto recém lançado atinja o sucesso esperado, mesmo seguindo a tendência e moda atuais. Mas, na maioria das vezes, um produto não dá certo por não atender às expectativas do usuário. Ou, ainda, não atender suas necessidades da forma desejada.

Ainda, quando se segue uma tendência, há o risco do mercado não estar pronto o suficiente para absorver o novo produto. Essa pode ser uma frustração para empresas que investem em um produto com o intuito de que ele bombe no mercado por seguir exatamente uma nova tendência, mas as pessoas ainda não estão prontas para ele.

Ademais, é importante ressaltar que inovar significa também se arriscar, é preciso que o empresário tenha isso em mente. Nunca há uma certeza de 100% que o produto vai se colocar bem no mercado ou será bem aceito.

E aí, que tal seguir a tendência da busca de vida e hábitos mais saudáveis das pessoas e criar sua linha de suplementos alimentares? Produza com uma das maiores indústrias do Brasil, fale agora com uma consultora clicando aqui!

Compartilhar
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp

VEJA TAMBÉM