Tudo que você precisa saber sobre extrato aquoso de hortelã

Extrato aquoso de hortelã

Com certeza você já tomou um chá de hortelã em algum momento da vida. Essa plantinha de cheiro e sabor inconfundíveis possui benefícios em diversas áreas da saúde. E eu tenho uma boa notícia para você que é empresário do ramo alimentar: o extrato aquoso de hortelã foi liberado para uso em suplementos alimentares e é um dos ingredientes em alta neste início de ano. 

Por isso, hoje venho te apresentar os benefícios desse ingrediente e como ele pode ser usado nos suplementos alimentares. Aproveite a alta procura por esse ativo para garantir o sucesso no mercado de suplementos alimentares! 

Sobre a hortelã

A Mentha spicata, popular hortelã ou menta, como também é conhecida, é originária da Europa e região mediterrânea, mas é cultivada em todo o mundo. Seu aroma inconfundível e sabor marcante faz com que essa folha seja ingrediente em diversas preparações na culinária entre comidas e bebidas e também utilizada em cosméticos.

Ele pode ser utilizado em diversas formulações, especialmente para auxiliar no controle da ansiedade, melhora na qualidade do sono e para auxiliar no sistema digestivo. 

Suplementos que tem esse ingrediente em sua formulação são indicados para tratamento de distúrbios digestivos e hepáticos, dores de cabeça, resfriados, febres, sinusites e problemas buco-faríngeos. Além disso, esse componente possui propriedades vasoconstritoras, antiespasmódicas, analgésicas, antioxidantes, calmantes, bactericidas, fungicidas, antialérgicas, anti-inflamatórias e bio-pesticidas.

Por ser uma novidade, deve ser um dos ingredientes em alta para este ano que irá constituir produtos com alto potencial de sucesso no mercado de suplementos alimentares.

Eficaz no tratamento de distúrbios digestivos

Dentre os benefícios da hortelã no organismo, a planta tem compostos que auxiliam principalmente no tratamento de problemas digestivos e intestinais como má digestão, flatulência, enjoo ou vômitos, por exemplo. 

A hortelã ajuda a diminuir gases intestinais pois essa planta medicinal possui propriedades anti-espasmódicas, diminuindo os movimentos do intestino e evitando a formação dos gases e a dor.

Além disso, o uso da hortelã se mostrou eficaz no tratamento de pessoas que possuem a Síndrome do Intestino Irritável (SII). Estudos mostraram que houve melhora em 40% dos sintomas após quatro semanas de uso do óleo de hortelã. 

Outros estudos mostraram que a planta auxilia também pessoas com gastrite e que não conseguem deglutir direito o alimento, sentindo até dores no momento em que a comida passa pelo esôfago. O estudo foi feito pela Universidade da Carolina do Sul, nos Estados Unidos, e dos 38 voluntários recrutados, 63% relataram que houve uma melhora nos sintomas após tomarem extrato de hortelã antes das refeições. 

Ajuda a aliviar dores de cabeça, ansiedade, estresse e cólicas menstruais

Essa planta medicinal é rica em vitaminas A e C, e minerais como ferro, cálcio, fósforo e potássio. Ela possui principalmente propriedades antioxidantes e estimuladoras da imunidade

A hortelã tem efeito relaxante, o que ajuda a diminuir a tensão dos músculos. Além disso, seu efeito analgésico e vasodilatador aumenta o fluxo sanguíneo, o que pode auxiliar para diminuir alguns tipos de dores de cabeça. Alguns estudos demonstraram que a hortelã foi tão eficaz para a dor de cabeça quanto o uso de um medicamento como paracetamol.

O fato de estimular a circulação também faz com que essa planta seja eficaz para aliviar a febre, principalmente quando associada ao gengibre. E já que atua como relaxante muscular, auxilia também para diminuir as cólicas menstruais. Esse fato foi comprovado por um estudo feito com 127 mulheres e demonstrou que o uso da cápsula do extrato de hortelã foi tão eficaz quanto um anti-inflamatório tanto na redução da intensidade quanto na duração da dor. 

Seus efeitos tranquilizantes também ajudam a diminuir os sintomas de estresse, ansiedade e agitação. Ainda, ela age como antisséptico e é capaz de dificultar o crescimento de bactérias e amebas no trato digestivo. 

Por fim, a hortelã também pode ser usada no tratamento de gripes e resfriados. Ela contém ácido ascórbico, mentol e tinol em sua composição, o que faz com que essa planta tenha uma ação expectorante e descongestionante.

Cuidados com a planta 

Apesar de ser considerada uma planta segura de ser consumida nas diversas formas que pode ser apresentada, a hortelã deve ser evitada por algumas pessoas. 

Indicações apontam que pessoas com refluxo grave ou hérnia de hiato devem evitar o consumo da planta. Além disso, grávidas, mulheres que estão amamentando e crianças com menos de cinco anos também devem evitar o consumo da planta. Isso porque o mentol, substância presente na hortelã, pode causar falta de ar.

Em todo caso, quando há dúvidas sobre o consumo de uma substância presente em qualquer suplemento alimentar, é necessário consultar um profissional antes de fazer uso do produto. 

Hortelã como suplemento alimentar

Apesar da forma mais conhecida de consumo dessa planta ser em forma de chá, o extrato aquoso de hortelã pode ser utilizado em diversos suplementos alimentares. 

Na Hilê esse ingrediente pode ser utilizado em cápsulas, produtos solúveis e também o tradicional chá em sachê. 

O extrato aquoso de hortelã é um dos ingredientes que estão em alta no momento. Então, vamos aproveitar essa alta no mercado para iniciar sua linha de suplementos alimentares? Entre em contato com uma consultora clicando aqui!

 

Compartilhar
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp

VEJA TAMBÉM