Negócios criativos e que estão em alta

Negócios criativos

Ter o negócio próprio, conquistar a liberdade profissional e financeira, trazer uma mudança positiva no mercado econômico e no dia-a-dia das pessoas, com produtos e serviços que façam sentido, quem não deseja fazer a diferença não é mesmo? Neste artigo vamos te mostrar como pode fazer essa diferença, a partir de dicas e tendências de negócios criativos que valem apena serem investidos.

Desde pequenos somos incentivados a ver cases de sucesso, ou se deparar
com marcas que revolucionam o mercado local, regional, mundial.

Por exemplo, quando falamos em refrigerante, em nossa mente aparecem vários nomes e embalagens, mas a
lembrança mais forte e que traz traços emocionais, tipográficos e visuais é a Coca-cola, isso porque ela foi construída com este intuito, mesmo quem não consome a bebida conhece a marca pelos seus traços marcantes e a sua comunicação.

Outro exemplo é a Airbnb, uma startup que surgiu de uma necessidade dos criadores e hoje, sem ter um apartamento ou casa no nome são uma das maiores redes de hóteis, por que isso aconteceu? Primeiramente porque eles viram uma necessidade como um potencial negócio, e posteriormente porque envolve a economia compartilhada, ou seja, pensar criativamente e usar um bem comum em comunidade.

Negócios considerados criativos e com apelo humanizado tendem a ser tendência e, possuir uma rentabilidade maior, por conta do engajamento que o consumidor tem com aquela marca.

 

Mercado de alimentos saudáveis

Outro segmento que tem dado muito certo e ao longo dos seus anos não tem visto crise é o mercado de alimentos saudáveis. Isso, porque as pessoas estão em busca de uma vida saudável, para poder aproveitar melhor os momentos, e viver com as pessoas que ama com mais qualidade e longevidade.

Por este motivo, estão cada vez mais rigorosas, com o que consomem, não querem mais produtos sem selo de qualidade e, se importam em como é produzido cada alimento, os bastidores devem ser mostrados para enfatizar e afirmar todo o discurso comunicado.

Porém, um fator bem preocupante na área de alimentação é a taxa de obesidade no Brasil, segundo o Ministério da Saúde, nos últimos 10 anos, o índice de obesidade aumentou 60% entre a população brasileira.

Este fato demonstra, a importância das empresas, pensarem em soluções criativas e que foquem no saudável, para que os que tiverem dispostos a viver melhor, se identifiquem, e consumam de uma forma mais correta.

Todavia, ao mesmo tempo que o número de indivíduos acima do peso gera grande preocupação, o Brasil Food Trends 2020 lançou uma pesquisa muito positiva, informando que o grande número de adeptos de uma alimentação saudável cresce a cada ano e, com isso, o faturamento de empresas que atuam com os nichos do segmento de alimentos naturais e saudáveis aumenta também.

Só em 2016, o setor faturou R$ 93,6 bilhões. Então, pode-se considerar que estas pessoas acima do peso estão querendo melhorar de vida, e existe uma forte demanda para o mercado de alimentação e suplementação.

Prova disso, é que a área de suplementos vem tendo uma crescente procura a cada novo ano. Segundo a Associação Brasileira dos Fabricantes de Suplementos Nutricionais e Alimentos para Fins Especiais (Brasnutri), entre 2010 e 2016 o faturamento do mercado de suplementação passou de R$ 637 milhões para R$ 1,49 bilhão, o que torna o Brasil o terceiro maior mercado de suplementos alimentares do mundo, ficando atrás apenas dos Estados Unidos e da Austrália.

Além do mais, segundo pesquisa da Associação Brasileira da Indústria de Alimentos para Fins Especiais e Congêneres (Abiad), os suplementos estão em 54% dos lares brasileiros. A necessidade de complementar a dieta é apontada como a principal razão por trás da compra. Outro movimento interessante, é que os brasileiros estão cada vez mais preocupados em manter hábitos saudáveis de vida.

É o que revela uma pesquisa realizada pela Federação das Indústrias do Estado de São Paulo, na qual 80% das pessoas se esforçam para ter uma alimentação equilibrada e 71% preferem produtos mais saudáveis. Como percebemos perante os dados e pesquisas, traça-se um forte tendência no setor da suplementação por conta dos fatores vistos acima e, também pode-se ver pela afirmação que o Sebrae traz: “Saudabilidade e bem-estar” é uma das tendências do ramo de alimentação, por isso, empresas que atuam com este mercado precisam levar em consideração este conceito.

 

 

E aí, tem alguma dúvida ainda a hora perfeita de investir neste potencial mercado é agora? Você pode conferir mais informações dos nossos segmentos no site.

Compartilhar
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp

VEJA TAMBÉM