Moda ou tendência: o que seguir no mercado de suplementos?

Moda e tendência, duas palavras que todo mundo conhece e que se encaixam em diversos segmentos. Mas, será que isso tem relevância dentro do mercado de suplementos alimentares também? A resposta é sim!

Nesse mercado, é importante estar ligado ao que está na moda, mas, principalmente, é preciso saber sobre quais são as tendências. São elas que ditam o que será moda e norteiam o comportamento das pessoas.

No dicionário, a definição das duas palavras são bem distintas, o que já explica muito sobre a diferença das duas expressões:

Tendência: 1. aquilo que leva alguém a seguir um determinado caminho ou a agir de certa forma; predisposição, propensão. 2. disposição natural; inclinação, vocação.

Moda: 1. Interesse excessivo ou fixação em algo; mania. 2. Maneira ou estilo de agir.

Diante disso, a moda se mostra como algo passageiro, que tem um prazo de validade e muda constantemente. Já as tendências ditam a moda, são mais duradouras e influenciam diretamente no comportamento das pessoas em diversos aspectos, inclusive no consumo.

Mas, analisando os dois conceitos, então é melhor investir em um produto focando na moda do momento ou na tendência? Ao longo do texto vou te explicar um pouco mais sobre isso no mercado de suplementos alimentares.

Moda e tendência no mercado de suplementos

O mercado de suplementos alimentares vem em uma crescente nos últimos anos. Na contramão de outros setores, que foram duramente afetados pela pandemia de Covid-19, esse mercado tem uma estimativa de crescimento de R$ 2,35 bilhões para R$ 2,64 bilhões até o final de 2021 segundo uma projeção sobre o crescimento divulgado pela ABENUTRI e pela BRASNUTRI.

E esse crescimento se dá pois os empresários da área seguem não só o que é moda, mas também as tendências do setor. Como um exemplo prático podemos citar produtos divulgados por influencers digitais.

Esse é um caso claro de produtos que seguem a moda, mas que a procura por eles dura pouco tempo. Já quando falamos em tendência pensamos em algo maior, que conduz o comportamento das pessoas, seus gostos e preferências. A moda é a cultura visível das tendências.

Inicialmente os suplementos alimentares não tinham um regramento específico e sua produção era mais restrita. Hoje esse processo se tornou mais fácil, pois há uma regulamentação específica para esses produtos, que passam por rigorosos processos de fiscalização. Diante disso, houve uma maior produção e uma maior demanda desses produtos no mercado.

Com o aumento da demanda, houve também o aumento da variedade do mesmo produto, de diferentes marcas. Diante disso, o consumo de suplementos alimentares se tornou uma tendência que se fortalece a cada dia. E a partir dessa tendência surgem várias modas com o lançamento de novos produtos que ficam em alta por um tempo e acabam perdendo força no mercado.

Por ser uma tendência, investir no mercado de suplementos alimentares tem sido algo rentável aos empresários do ramo. O que afirma isso é uma pesquisa da Associação Brasileira da Indústria de Alimentos para Fins Especiais e Congêneres (ABIAD) que mostra que o consumo de suplementos alimentares no Brasil aumentou 10% em cinco anos.

Modas vêm e vão e, por isso, a indústria e as marcas de suplementos alimentares precisam estar atentas para tirar o melhor proveito delas enquanto estão em alta. Ela não tem o mesmo efeito das tendências, não mudam o modo de pensar ou agir das pessoas. Elas passam e o mundo continua a girar da mesma forma.

Uma boa e prática definição e diferenciação entre os termos é que a moda é o que as pessoas estão usando ou fazendo e a tendência é o porque e de que maneira estão fazendo.

Hoje, diversas modas aparecem e desaparecem na mesma velocidade, mas a tendência de buscar uma vida mais saudável em meio a rotina corrida é uma tendência que mantém o mercado de suplementos alimentares aquecido. Para saber se algo é moda ou tendência basta pensar nos impactos caso isso desapareça. Se não houver impactos, é moda, agora, se isso impactar de alguma forma a sociedade, esse conceito é uma tendência.

Como saber o que é tendência no mercado de suplementos?

De acordo com a consultora brasileira Sandra Mian, engenheira de alimentos com conhecimentos em antropologia e food studies e mais de 35 anos de atuação no mercado, “tendências informam modelos de negócio. Modas informam campanhas publicitárias”.

É importante entender qual o seu objetivo e se isso se encaixa em uma tendência que rege comportamentos ou apenas uma moda passageira. Dentro do mercado de suplementos, a tendência é oferecer soluções rápidas e práticas para quem quer ter hábitos mais saudáveis sem que isso ocupe muito tempo de sua rotina.

Os suplementos alimentares como um todo visam suprir necessidades das pessoas que nem sempre conseguem ingerir a quantidade necessária de nutrientes em um dia. Em um parâmetro geral, os suplementos mais procurados são os compostos por vitaminas.

Ademais, dentro desse mercado há diversas modas, como produtos que auxiliam no emagrecimento, no crescimento e fortalecimento de unhas e cabelos, na manutenção da saúde da pele, entre outros. Muitas marcas se consolidaram no mercado dentro dessa tendência, mas se aproveitando da melhor maneira possível das modas nesse segmento.

É necessário pensar na tendência como um todo e oferecer produtos que atendam as necessidades do consumidor, assim como é necessário sempre estar atento à moda. Oferecer produtos novos de forma periódica é uma boa alternativa no mercado de suplementos.

Seguir apenas o que é moda é um caminho arriscado. A indústria não pode perder de vista as tendências que pode e quer seguir, segundo seu plano de negócio. Ademais, uma indústria que consegue oferecer um produto que segue a moda de forma rápida e sem afetar significativamente seus custos, está no caminho certo.

Aspectos que formam uma tendência

Tendências estão sempre baseadas em megatendências, paradigmas que cercam a sociedade. Entretanto, eventos políticos, sociais e econômicos podem influenciar nas tendências, como é o caso da pandemia de Covid-19 que o mundo enfrenta. Ela reforçou a tendência de uma vida mais saudável, principalmente porque as pessoas estão buscando mudar seus hábitos para manter a imunidade alta.

Dentro do mercado de alimentos e similares, a consultora brasileira Sandra Mian elenca cinco macrotendências:

Sustentabilidade; saúde e bem-estar; individualização e praticidade; comer por uma causa; custo e diferenciação social. A pandemia de Covid-19 acelerou, por exemplo, as duas primeiras tendências.

E o mercado de suplementos alimentares se encaixa na macrotendência de saúde e bem-estar, por isso se aquece a cada dia e é alimentado por novas modas. Além disso, mudanças de comportamento e sociais são extremamente importantes, por isso é necessário estar sempre atento e mapeando o que se passa na sociedade. Movimentos que começam a se aglomerar e ganhar força podem trazer mudanças de comportamentos e hábitos.

Hoje, os suplementos alimentares são considerados aliados de uma vida saudável e bem vistos no mercado. E, a última grande mudança que influenciou na sociedade e trouxe novos hábitos auxiliou para reforçar isso ainda mais.

Além disso, quem mapeia tendências precisa estar muito atento, além das mudanças, aos movimentos sociais, que também tem o poder de impulsionar as existentes ou criar novas. Mas, reforçando, é preciso analisar o todo e não cada ponto isolado.

Quando lançar um produto seguindo uma tendência?

Antes de pensar em lançar um produto baseado em uma tendência é importante ter em mente a capacidade da empresa de atender a tendência e, em muitos casos, ajudar a promovê-la, para que o produto dê certo. Outro ponto a ser analisado é o estágio em que a tendência está: nascendo, se instalando ou se já está instalada.

Algumas empresas conseguem se posicionar rapidamente em relação às tendências, caso que pode ser analisado com marcas de suplementos alimentares, que além de seguir a tendência da busca por uma vida mais saudável, ainda há empresas que conseguem tirar proveito também de modas.

Além disso, há também aquelas marcas que, com um bom estudo de mercado, modas e tendências, conseguem remodelar seu jeito de se comunicar com o público para conseguir tirar o melhor proveito do momento.

Entretanto, há aquelas empresas mais cautelosas que consideram o momento ideal para investir em uma tendência quando identificam ter um grande número de usuários para o produto, o que irá garantir lucro e rentabilidade. Ainda, há aquelas consolidadas financeiramente que conseguem investir em um produto antes que as demais marcas consigam colocar o mesmo no mercado.

O que se deve evitar quando há o projeto de lançar um produto que siga uma tendência é tentar colocar um lançamento que exige muito investimento bem no início ou bem no final de um ciclo.

Há chance de um produto que segue uma tendência não dar certo?

Sim, há. Mesmo com o mais aprofundado estudo de mercado apontando o caminho do sucesso, há a chance do produto não ter a vazão esperada assim que é lançado. O ser humano é imprevisível, por isso seguir apenas os dados estatísticos nem sempre é uma boa escolha.

Apesar do mercado de suplementos alimentares estar aquecido, não há como prever se um produto recém lançado atinja o sucesso esperado, mesmo seguindo a tendência e moda atuais. Mas, na maioria das vezes, um produto não dá certo por não atender às expectativas do usuário. Ou, ainda, não atender suas necessidades da forma desejada.

Ainda, quando se segue uma tendência, há o risco do mercado não estar pronto o suficiente para absorver o novo produto. Essa pode ser uma frustração para empresas que investem em um produto com o intuito de que ele bombe no mercado por seguir exatamente uma nova tendência, mas as pessoas ainda não estão prontas para ele.

Ademais, é importante ressaltar que inovar significa também se arriscar, é preciso que o empresário tenha isso em mente. Nunca há uma certeza de 100% que o produto vai se colocar bem no mercado ou será bem aceito.

E aí, que tal seguir a tendência da busca de vida e hábitos mais saudáveis das pessoas e criar sua linha de suplementos alimentares? Produza com uma das maiores indústrias do Brasil, fale agora com uma consultora clicando aqui!

Marca de suplementos alimentares: como construir uma imagem forte e memorável

Manter uma alimentação saudável é uma preocupação que aumenta a cada dia entre as pessoas. A pandemia de Covid-19 fez esse alerta acender ainda mais, pois as pessoas agora buscam por isso para manter o sistema imunológico forte. E, com isso, ter uma marca de suplementos alimentares é uma boa alternativa para quem deseja aumentar seus lucros no mercado de alimentos e bebidas.

Quando se fala em alimentação saudável, a maioria das pessoas pensa em um prato cheio de verduras e legumes e uma alimentação balanceada que inclua também frutas. Entretanto, muitas pessoas buscam por soluções rápidas e práticas para se ter hábitos mais saudáveis. Com isso, a busca por suplementos alimentares e alimentos e bebidas funcionais aumentou.

Dados da Pesquisa Feita pela Euromonitor em 2019 mostram que o Brasil é o quarto colocado no ranking de países que mais consomem alimentos e bebidas funcionais, além dos suplementos alimentares. Outro ponto importante é que esse setor movimenta 35 bilhões de dólares no Brasil. Esses dados mostram o caráter promissor desse tipo de negócio no país.

Ficou interessado? Neste texto vou apontar algumas dicas que irão te auxiliar a construir uma marca forte dentro do mercado de suplementos alimentares. Ainda, quero te mostrar os caminhos de como a Hilê pode te ajudar a se consolidar nesse mercado e aumentar seu faturamento.

Escolher que caminho seguir

Há diversos nichos e caminhos que podem ser seguidos no mercado de suplementos alimentares. Escolher em que área se quer trabalhar e que público deseja atender é um ponto fundamental para quem deseja ter sua linha de produtos. Há aqueles que segmentam seus produtos focando no público-alvo, como também há quem tem uma abrangência mais ampla.

Hoje, há empreendedores que possuem uma loja pequena até aqueles que têm grandes redes e oferecem uma gama mais ampla de produtos aos consumidores. E, desde o pequeno até o grande empresário, o objetivo é o mesmo: ser o melhor naquilo que se propõe a fazer, sempre oferecendo os melhores produtos.

Para tirar as ideias do papel e tornar o sonho realidade é preciso planejamento. Uma sugestão é seguir a estratégia de gestão Tailor Made que significa “sob medida”. Nesse caso os serviços prestados por uma empresa são personalizados para atender as necessidades de cada cliente.

Nesse contexto é preciso analisar alguns pontos essenciais para que a estratégia cumpra com seu papel. Antes de querer atender cada cliente em específico, é preciso conhecer suas necessidades e como apresentar uma solução eficaz.

Formulações conhecidas como opção para consolidar sua marca de suplementos alimentares

Além daqueles que buscam consolidar sua marca no mercado com novos produtos, há também empresários que preferem apostar em produtos que já existem e são consumidos pelas pessoas. E oferecemos essa solução também aos clientes. Isso porque, temos uma gama de formulações prontas e já conhecidas pelo consumidor pelas suas vantagens.

Dados fornecidos por um estudo da Universidade Fernando Pessoa, de Portugal, intitulado O consumo de alimentos funcionais – atitudes e comportamentos, mostram que, dentre os fatores que levam o consumidor a comprar o produto, os principais são a marca/empresa e a opinião de pessoas conhecidas.

Diante disso, buscar por formulações que já são comercializadas e seus efeitos são conhecidos e eficazes é um caminho seguro para quem deseja consolidar e fortalecer sua marca no mercado de suplementos alimentares.

Conhecer o mercado de suplementos alimentares

Assim como em qualquer ramo, de produtos ou serviços, conhecer o mercado é um passo importante para quem deseja ter sua linha de suplementos alimentares. Com uma pesquisa de mercado em mãos é possível analisar o cenário e buscar o melhor caminho para seguir.

Uma boa opção é entender o comportamento dos consumidores finais como qual o seu principal interesse entre os suplementos alimentares e quanto as pessoas pretendem gastar com esses produtos. Também é importante analisar os preços das marcas concorrentes para conseguir precificar seu produto de uma forma que ele se coloque bem no mercado.

Por mais que seja importante conhecer e seguir as tendências, uma marca não pode se basear apenas nisso, pois é algo arriscado. Buscar sempre pelo modismo pode indicar que seu negócio não se sustente por muito tempo. O processo de consolidação de uma marca de suplementos alimentares no mercado é longo.

O ideal é buscar um modelo de negócio que se caracterize como uma megatendência, termo elencado pelo pesquisador Philip Kotler que indica negócios que chegam para dar uma nova forma ao modelo de consumo das pessoas. Para isso, é preciso analisar todos os aspectos do mercado, especialmente a necessidade dos consumidores, para encontrar lacunas que seus produtos possam preencher. Buscar por mudanças e inovações é sempre um bom caminho.

Dar atenção às embalagens

Nesse passo, você pode usar sua própria experiência como consumidor: na gôndola, quando você encontra vários produtos e marcas diferentes de tudo o que conhece, qual lhe chama mais atenção. Aquela mais prática e com cores atraentes ou aquele produto com uma embalagem mais complexa, de difícil transporte e manuseio?

Cada vez mais as empresas estão investindo em embalagens. Segundo a Associação Brasileira de Embalagens (ABRE), a indústria de alimentos em uma panorama geral ocupa o primeiro lugar no ranking quanto a esse investimento.

Uma embalagem precisa ser segura, prática para ser levada na bolsa ou mochila e chamativa, para atrair a atenção do consumidor na gôndola. Com a correria do dia a dia, as pessoas buscam os suplementos alimentares para complementar a alimentação e, por isso, precisam ser fáceis de carregar e consumir.

Diante disso, pensar em todos os detalhes também da embalagem, desde a fabricação, transporte, disposição na loja e como chamar a atenção do consumidor é mais uma etapa fundamental para construir uma imagem forte da sua marca de suplementos alimentares.

Conhecer os processos regulatórios e de desenvolvimento

A produção de suplementos alimentares, assim como o setor de alimentação de modo geral, passa por rigorosos processos regulatórios. O objetivo é que o produto que chega ao consumidor seja totalmente seguro e confiável.

No Brasil, a produção de suplementos alimentares precisa seguir os padrões regulamentados pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), sendo que a mesma também realiza fiscalização e liberação de produtos.

É preciso submeter os produtos e marcas a trâmites de regularização, autorizações e obtenção de certificados perante os órgãos reguladores. E, para isso, é preciso ter muito cuidado e uma atenção especial com esses documentos. Esse processo não pode ter falhas, pois isso pode causar atrasos de liberações ou até cancelamentos.

Por isso, ter alguém que realize consultoria ou preste auxílio nesse momento do projeto é outro diferencial importante para quem deseja consolidar sua marca de suplementos alimentares.

Além disso, é preciso seguir as leis sanitárias e todas as normas de rotulagem. Por isso, optar por ter uma consultoria nessa fase do processo é uma boa opção para quem não tem conhecimento total do mercado. É importante contar com o auxílio de especialistas para te auxiliar em todas as fases do processo.

Conhecer os processos e firmar uma parceria sólida

Para se ter uma marca de suplementos alimentares forte no mercado é preciso dar atenção e conhecer todo o processo envolvido, desde a escolha do nome e formulação até o momento da venda. Escolher uma indústria totalmente preparada para te dar suporte em todas as etapas é fundamental.

Antes de querer ter sua linha de produtos, é preciso entender todas as fases que fazem parte desse desenvolvimento. Além disso, é fundamental que você conheça todas as suas opções dentro do processo, especialmente quanto aos produtos que deseja oferecer.

Aqui na Hilê produzimos suplementos alimentares em cápsulas e solúveis que podem ser envasados e distribuídos de diversas formas. Dispomos de profissionais qualificados em todos os setores pelos quais seus produtos vão passar para garantir a melhor qualidade.

Desenvolvemos o projeto junto com você, para que tudo seja alinhado da melhor forma possível desde o design do rótulo até o envase do produto. Além disso, temos também uma grande capacidade de estocagem, para produzir uma quantidade de produtos que atenda às suas necessidades!

Está pronto para produzir com uma das maiores indústrias do Brasil? Entre em contato com uma de nossas consultoras de sucesso clicando aqui!

Como os suplementos alimentares podem auxiliar no tratamento de transtornos mentaissuplementos

Cuidar da saúde mental se tornou prioridade de muitas pessoas nos últimos anos e a procura por métodos com suplementos alimentares que podem auxiliar em tratamentos de transtornos mentais ou até mesmo preveni-los segue na mesma tendência. 

A pandemia causada pelo Coronavírus foi um dos fatores que despertou nas pessoas o interesse de dar uma atenção a mais para a saúde mental, uma vez que esse assunto, até pouco tempo atrás, era um tabu muito grande, muitas vezes os transtornos eram até banalizados. 

Além de causarem várias alterações psicológicas, os transtornos mentais também podem causar sintomas físicos como tensões e dores musculares, palpitações, dor de cabeça, problemas intestinais, entre outros.

Ter um transtorno mental afeta diretamente vários aspectos da vida da pessoa. Além disso, eles não têm cura. Então, para lidar com isso ao longo da vida, é preciso buscar ajuda de profissionais e um tratamento. 

Suplementos alimentares e a saúde mental em números

Ter de se adaptar rapidamente a novas rotinas durante o período de pandemia desencadeou alguns transtornos mentais para muitas pessoas. Segundo dados de uma pesquisa do Instituto Ipsos, encomendada pelo Fórum Econômico Mundial e divulgada pela BBC News Brasil, 53% dos brasileiros relataram que seu bem-estar mental piorou um pouco ou muito no ano de 2020.

Essa porcentagem só é maior em quatro países: Itália (54%), Hungria (56%), Chile (56%) e Turquia (61%).

Diversos estudos sobre o tema foram feitos e muitos trazem dados preocupantes. Um deles, publicado ainda em 2020 pela Fiocruz com outras seis universidades, dizia que “sentimentos frequentes de tristeza e depressão afetavam 40% da população adulta brasileira, e sensação frequente de ansiedade e nervosismo foi relatada por mais de 50% das pessoas”.

Ainda, segundo o Ministério da Saúde, ansiedade é o transtorno mental mais presente entre os brasileiros durante a pandemia de Covid-19.

Com isso, muitas pessoas mudaram suas prioridades e buscam a cada dia novidades que possam auxiliá-las a encontrar o equilíbrio para manter o bem-estar, tendo corpo e mente saudáveis.

Por isso, escolher uma linha que auxilie a manter a saúde do cérebro é uma ótima oportunidade para quem quer investir no ramo de suplementos alimentares.

Os suplementos alimentares desempenham um importante papel no combate e tratamento dos transtornos mentais, uma vez que são compostos por vitaminas, minerais e nutrientes importantes para a saúde do cérebro. 

Vitaminas e nutrientes que auxiliam na manutenção da saúde do cérebro

Há diversas formas de auxiliar o corpo a se recuperar e reagir melhor a um transtorno mental, como a prática de exercícios físicos. Mas, além disso, estudos mostram que a falta de vitaminas e minerais pode interferir na saúde mental. 

Sendo assim, o uso de suplementos alimentares passa a ser bastante recomendado, uma vez que há vitaminas e minerais que o corpo não absorve de outra forma ou que não são fornecidas tão facilmente por alimentos, por exemplo. 

O complexo B é composto por oito vitaminas que são conhecidas pela ação contra o estresse e são ótima aliadas para manter a saúde mental. Esses nutrientes estão presentes na produção de neurotransmissores que ajudam a manter o humor e podem diminuir as chances de desenvolver algum transtorno psíquico. São chamadas também de vitaminas “anti-estresse”, pois são essenciais para combater seus efeitos. 

Todas as vitaminas do complexo B: B1 (tiamina), B2 (riboflavina), B3 (niacina), B5 (ácido pantotônico), B6 (piridonxina), B7 (biotina) e B9 (folato) são essenciais para extrair energia de alimentos, construção de moléculas vitais e regulação do metabolismo de neurotransmissores como a serotonina.

Todos foram encontrados para aliviar os sintomas de depressão, estresse e declínio mental relacionado à idade. Você pode encontrar um mix completo das vitaminas do complexo B aqui!

A vitamina B12 (cobalamina) é responsável por sintetizar o DNA e os glóbulos vermelhos. Ela também desenvolve a mielina, uma espécie de membrana que envolve alguns neurônios. Uma pesquisa da Universidade Federal de Minas Gerais mostrou que a deficiência de B12 no organismo pode se manifestar com sinais psicológicos, como depressão, falta de memória e alterações comportamentais. 

Aqui na Hilê você encontra a formulação de Vitamina B12 que pode fazer parte da sua linha de suplementos. 

Vitamina B6 e Vitamina D

Outras duas aliadas da manutenção da saúde mental são a vitamina B6 e a vitamina D, ambas que estão diretamente ligadas à produção de serotonina, conhecido como hormônio da felicidade.

Esta molécula é produzida a partir de um aminoácido chamado triptofano e você pode encontrá-lo em alguns produtos e formulações aqui na Hilê como o Magnésio, zinco, L-triptofano e vitamina B6 e também Feijão branco e L-triptofano com cúrcuma. Ambos os produtos têm em sua composição elementos que se completam para garantir a boa saúde do cérebro. 

O magnésio desempenha uma função importante no equilíbrio do sistema nervoso e produção de energia, por isso, a falta do mineral no organismo pode ter relação com alguns sinais neurológicos como ansiedade, hiperatividade, alterações de personalidade e até depressão.

Um estudo da University of Balearic Islands, na Espanha, aponta que a diminuição de substâncias essenciais para o organismo como adrenalina e cortisol pode estar associada com o baixo nível do mineral no organismo, o que resulta em sintomas de estresse e ansiedade.

Já o zinco deixa o cérebro alerta, melhora a capacidade cognitiva, reduz a fadiga cerebral e ajuda a organizar os pensamentos. Ele é um potente antioxidante no cérebro, auxiliando na prevenção do envelhecimento do órgão, causado pela ação dos radicais livres.

A cúrcuma, por sua vez, contém um nutriente chamado de curcumina, que pode ajudar a diminuir a ansiedade pois reduz a inflamação e o stress oxidativo, que geralmente está em níveis elevados em pessoas que sofrem transtornos de humor. 

Selênio

Outro mineral muito importante para a saúde do organismo é o selênio que atua fortalecendo a imunidade, combate os radicais livres, tem função anti-inflamatória e influencia os processos cognitivos.

Pesquisadores da Universidade de Otago, na Nova Zelândia descobriram, em um estudo recente, que o nível de selênio no corpo tem uma relação muito forte com a depressão e alterações de humor. Há diferenças entre as consequências quando o nível está muito alto ou muito baixo, mas, concentrações mais baixas desse nutriente no organismo causam efeitos mais negativos ainda na saúde mental. 

Um dos fatores que explica a depressão é a oxidação no cérebro e no sistema nervoso. Ainda segundo a pesquisa, ingerir selênio em quantidades ideais protege os tecidos corporais desse tipo de oxidação. 

Chá verde

O chá verde contém um aminoácido chamado teanina e, por isso, tem ganhado destaque no combate da ansiedade. Esse componente tem potencial para controlar transtornos de humor, uma vez que tem efeitos anti-ansiedade e calmantes. 

Além disso, há especialistas que indicam que a teanina pode aumentar a produção de serotonina e dopamina, que são dois neurotransmissores que atuam diretamente no cérebro e nas alterações de humor. A ingestão desse aminoácido causa relaxamento e calma, reduzindo assim a tensão.

Aqui na Hilê temos o chá verde a granel, outro produto que pode agregar na sua linha de produtos naturais e suplementos alimentares, uma vez que foi comprovada também essa eficácia desse produto na manutenção da saúde mental. 

Ômega 3

O ômega-3 é uma substância muito importante para a função cognitiva e fundamental para o funcionamento do cérebro, visto que essa é uma das substâncias constituintes das membranas celulares dos neurônios e são importantes na comunicação entre células nervosas. Como consequência, ele ajuda na melhora da saúde mental. 

Uma pesquisa apontou que o ácido eicosapentaenoico (EPA) e o ácido docosaexaenoico (DHA), que são conhecidos por regular os neurotransmissores, reduzir a inflamação e promover a função cerebral saudável, podem reduzir os níveis de ansiedade. 

A suplementação de ômega-3 é uma das mais conhecidas no mercado e também uma das mais procuradas com o intuito de manter a saúde do cérebro. Aproveite esse nicho para aumentar suas vendas no mercado de suplementos alimentares produzindo ômega-3 aqui na Hilê!

As vitaminas e minerais sozinhos não serão responsáveis por evitar ou curar doenças mentais. No entanto, buscar uma ajuda profissional para iniciar o consumo de suplementos que possam auxiliar na saúde do cérebro é uma boa escolha para quem quer manter corpo e mente saudáveis. 

Diante disso, te convido também a conhecer todos os produtos que podemos te oferecer e a saber mais sobre nosso processo de terceirização. Não perca a oportunidade de produzir com uma das maiores indústrias do país!

Entre em contato com uma de nossas consultoras de sucesso clicando aqui!

Histórias da Hilê: Elias, do setor de compras para a gerência da indústria

Sabe aquele sentimento de dever cumprido e gratidão quando, por meio do nosso esforço conseguimos conquistar o que sempre sonhamos e do jeitinho que a gente sempre quis? É gratificante, não é? Não tem nada melhor do que olhar para algo que você queria muito e pensar “eu resisti e eu consegui”!

Muitas dessas conquistas, principalmente as de bens materiais, chegam após muita dedicação ao trabalho. E o Elias, após mais de nove anos de dedicação aqui com a Hilê, pode dizer que conseguiu realizar e concretizar muitos desses sonhos por meio da sua dedicação e amor pelo o que faz.

E, hoje no Histórias da Hilê, você vai conhecer um pouco mais da trajetória desse colaborador que ajudou a construir nossa história e agora é peça fundamental para que tudo funcione da forma correta. Elias é gerente da indústria desde 2014, mas entrou na Hilê em 2012 para trabalhar no setor de compras.

Elias é filho de Antonio Cechin e Noidi Alves de Castilhos, natural do município de Abelardo Luz. Desde novo ele estudava por meio período e trabalhava no período contrário. Ele lembra com carinho que desde muito novo seu pai o levava para o trabalho dele em uma ervateira e lá ele começou a ajudar com pequenas tarefas. Elias considera essa etapa de sua vida muito importante para ele se tornar o homem que é hoje.

“Voltando lá atrás no tempo que eu morava no interior e eu acho interessante a gente lembrar, com oito anos de idade eu já ia pra dentro da ervateira ajudar meu pai, que o meu pai dá pra se dizer que se criou dentro da ervateira fazendo erva mate. Não me arrependo de ter começado a trabalhar cedo, acho que isso me fez forte, ver a vida de uma maneira diferente, não ter medo de tentar as coisas e nem medo de trabalhar. Eu trabalhava meio período na ervateira e meio período eu estudava. Chegava em casa, fazia os temas, ajudava a mãe a limpar a casa, limpava o chão, lavava roupa, passava roupa, fazia comida e faço isso até hoje com minha esposa, ajudo ela em casa. Não digo que a gente sofreu, era divertido digamos, mas nos fez forte, nunca tivemos muita coisa, sempre tivemos uma vida simples” (Elias).

(Elias e o pai Antônio)

Morou e estudou no interior do município até os dez anos de idade, indo para a escola agrícola posteriormente, onde estudou até o sétimo ano. A escola agrícola foi um período que o marcou pela distância e saudade dos pais. Como a escola era regime de internato, os alunos moravam e estudavam no local e só podiam voltar para casa no fim de semana a cada 15 dias. Esse período de adaptação foi um marco na vida do jovem na época, pois ele não ficava longe dos pais e teve de lidar com a saudade.

Segundo a filosofia, nós lembramos de momentos da nossa vida quando damos significado para eles e, durante a conversa Elias lembrou com carinho de suas primeiras professoras, deixando claro a importância que ele sempre deu para a educação e que hoje se reflete em seus filhos, uma vez que ele busca sempre oferecer o melhor aos três.

Após isso ele e seus irmãos passaram por um momento difícil, que foi a separação de seus pais. Com isso, ele foi morar com a mãe no município de Vargeão e passou dois anos com idas e vindas entre sua terra natal e o município em que sua mãe morava.

(Elias e a mãe Noidi)

Sua relação com a família Botta começou por uma coincidência quando, ao se mudar com a mãe e a irmã para Xanxerê, no ano de 1998, eles foram morar em um apartamento no prédio de propriedade dos sogros do gestor Sandro Botta. Foi quando Egídio Botta (in memorian) soube que eles estavam morando lá e procurou a família para conversar sobre o Antônio Cechin, a fim de contratá-lo e a parceria de trabalho deu certo, para a felicidade do Elias, pois assim o convívio com o pai voltou a ser diário.

“Para mim ficou bom porque o pai veio morar pra Xanxerê, eu fui morar junto com meu pai, então no mesmo dia eu já conseguia ver o pai e a mãe. Morava com o pai, ia estudar no Costa e Silva, descia, passava ver a mãe, saia da escola, voltava para casa e assim foi indo” (Elias).

Após isso, foi por Elias que Egídio procurou para que ele trabalhasse na empresa da família. Concentrou seus estudos na parte da noite e trabalhou durante o dia em uma outra fábrica de chás. Orgulhoso, ele conta que iniciou na empresa cortando cidreira no interior de Xaxim para que, posteriormente, o chá fosse produzido.

“Comecei cortando cidreira no interior. Saía de casa cedinho, por volta das 6h30, e o pai me dava dinheiro pra eu comprar almoço quando a gente não fazia em casa, em torno de cinco reais dava pra comprar almoço. Quando o motorista ia abastecer o caminhão eu comprava um espetinho e um refrigerante, antes de chegar no campo onde a gente ia colher cidreira, eu já tinha comido meu almoço ainda de manhã, aí o pessoal parava para almoçar e quando era interior que tinha alguma fruta como laranja, bergamota eu comia e quando não tinha eu ficava sem almoço, tomava uma água e depois voltava trabalhar, ia para casa com os braços marcados e cortados da cidreira” (Elias).

Algum tempo depois Elias foi para dentro da fábrica, já adquirindo experiência na área e trabalhou nessa empresa por quatro anos. Quando saiu, descobriu que sua então namorada estava grávida e buscou por emprego em um supermercado, onde no início ganhava um salário muito baixo, o que preocupava o casal, mas Elias tinha como propósito sustentar a família que se formava, em nome do amor que sentia e ainda sente pela Andreia, sua esposa.

(Elias e a esposa Andreia)

Com isso os dois decidiram definitivamente construir uma vida juntos e começaram a procurar por um lugar para morar. Foi quando a mãe do Elias, a Noidi, apesar do susto ao descobrir que seria avó, decidiu ajudar o filho e a nora e vendeu o carro que tinha para eles pudessem construir uma casa no seu quintal. A casa tinha 36m² e ficou pronta em 2003 e em 2006 o casal conseguiu ampliar 4m².

A primeira filha do casal, Alexia Vitória, nasceu em 2003 e já tem 18 anos. Elias diz que ela é o seu “diploma”, pois quando ele tinha planos de iniciar uma graduação soube da gravidez de Andreia.

Ganhou destaque e foi promovido várias vezes no período de seis meses em que trabalhou no supermercado. Após isso, ele foi procurado pelos gestores da antiga empresa em que trabalhou e decidiu voltar para lá, onde ficou até o ano de 2006. Henrique Gabriel, segundo filho do casal, nasceu neste mesmo ano. Elias não tinha carro e quando foi avisado no trabalho que sua esposa precisava dele pegou o automóvel de um colega emprestado e a levou para o hospital.

Logo após isso ele saiu da empresa, trabalhou por pouco tempo no hospital, mas foi chamado pelo irmão do gestor Sandro para trabalhar na Belisa (Nobel), empresa que estava no início de suas atividades. Elias foi o primeiro funcionário da empresa e foi contratado por já possuir experiência no ramo da produção de chás.

“Trabalhei na Belisa durante 6 anos, trabalhei no fiscal, faturamento, expedição, carregava caminhão, separava pedido, fazia todo processo e aprendi muito. Talvez se eu não tivesse feito tudo isso, não estaria onde estou hoje, não chegaria nesse nível profissional. Mas, depois de trabalhar seis anos nessa empresa, queria algo diferente para a minha vida profissional” (Elias).

Em 2012 ele estava buscando um novo emprego quando surgiu uma oportunidade de trabalhar em uma loja de tintas como vendedor. Nessa trajetória, os funcionários da Hilê, como já conheciam o trabalho do Elias, pediram para que viesse para a indústria e foi quando ele conversou com o Sandro que o convenceu a trabalhar aqui.

“Na época a Claudete e a Rita, que me conheciam, me disseram para vir conversar com o Sandro. Vim para ouvir a proposta que ele tinha. Ele foi bem legal comigo, me convenceu de que seria bom pra mim trabalhar aqui e mostrou o caminho que eu podia trilhar. Na época era pra eu trabalhar somente no setor de compras, hoje eu sou gerente da indústria, na época era simplesmente fazer compras. Mas eu nunca fui uma pessoa de me contentar em fazer uma coisa só, eu sempre quis mais, me envolvo no meu trabalho, se eu sei que tem algo acontecendo quero ajudar a resolver e organizar” (Elias).

Momentos difíceis

Depois de dois anos na empresa Elias assumiu o posto de gerente da indústria, cargo que ocupa até hoje. E, seguindo seu crescimento profissional, sua família também cresceu e com os filhos mais velhos houve a necessidade de buscar um lugar maior para a família. Até porque, em 2013, Elias e Andreia descobriram que ela estava grávida do terceiro filho, o Enzo Gabriel “não pude registrar ele mas pra nós vai ser sempre o Enzo Gabriel” conta Elias, emocionado.

Nesse ano ele e a esposa passaram pelo pior momento de suas vidas: a perda de um filho. Andreia, esposa de Elias, estava no oitavo mês de gestação quando teve um sangramento e foi para o hospital. Lá ela foi examinada por médicos e enfermeiros que informaram que não ouviam os batimentos do bebê e, por isso, ela foi levada para a ultrassom e veio a confirmação da pior notícia para o casal: o bebê não tinha mais vida. O que ocasionou isso foi o rompimento de uma veia, causando sangramento dentro do útero e o bebê ficou sem oxigênio.

“Eu não acreditava que aquilo estava acontecendo comigo, a gente tinha o quarto todo preparado, foi a primeira vez na vida que a gente conseguiu comprar e preparar o enxoval, ter um berço, as roupinhas, a sacolinha preparada com sabonetinho, banheira e de repente você ouve aquilo. O mundo desabou na nossa cabeça. Tiveram que induzir o parto porque a pressão da Andreia estava alta, dos meus outros três filhos eu não pude acompanhar o parto, mas do Enzo eu acompanhei, pois não acreditava no que estava acontecendo. Aquela noite pra mim foi horrível, de repente eu estava sentado e vi que os enfermeiros e médicos começaram a correr, eu quase perdi a minha esposa também porque a pressão dela subiu demais e diante de tudo aquilo tu tem que enfrentar” (Elias).

Estar aqui na Hilê significa também fazer amigos e não ter apenas colegas de trabalho e, nesse processo, Elias conta que tiveram pessoas fundamentais para ele que o auxiliaram nesse momento extremamente delicado, triste e difícil. Na época, quem ficou ao seu lado, inclusive auxiliando com o funeral do bebê foram as então colaboradoras Claudete, Ana Paula e Cristiane.

Esse episódio fez com que o casal procurasse outra casa para morar, pois o local trazia memórias tristes para os dois. Além disso, todo o enxoval que já estava pronto para o Enzo Gabriel foi doado e a doação foi intermediada por outra colaboradora da Hilê. Elias não conseguiu ir pessoalmente fazer a entrega dos itens, mas soube tempos depois que a criança que recebeu o enxoval também se chamava Elias.

Em 2014, seis meses depois dessa gravidez houve a mudança e, com ela, mais um teste positivo de gravidez. Em meio a euforia de um novo bebê a caminho, a insegurança pelo episódio anterior. Ao realizar exames para saber o que ocasionou a perda do bebê descobriram que Andreia teve Trombofilia e, por conta disso, para conseguir manter a última gestação, ela precisava de uma injeção de enoxaparina todos os dias, um medicamento caro mas que a família conseguiu comprar algumas unidades, o médico forneceu algumas e o restante do tratamento foi conseguido por meio do Estado. A Andreia realizou todo o tratamento e o Pedro Henrique nasceu lindo e saudável!

Após a alegria do nascimento de mais um filho, Elias fez parte de transformações da Hilê. Em 2016 e 2017 a empresa começou a crescer cada vez mais e nos tornamos uma das maiores indústrias de suplementos alimentares e produtos naturais do Brasil.

Conquistas, realizações e gratidão

No ano de 2019 a vontade de ter sua casa própria, do jeito que sempre sonhou, falou mais alto na família do Elias e ele foi atrás para realizar mais esse sonho. Ele então conversou com o gestor Sandro Botta, conseguiu adquirir um terreno e começou a construção da tão sonhada casa própria.

“Em 2003 eu tinha minha casa com 34m², essa eu construí com 153m². Sou muito grato a Deus em primeiro lugar por isso, em segundo lugar o Sandro por tudo que ele me ajudou, a empresa Hilê como um todo. Conquistei muita coisa trabalhando aqui. A casa que eu tenho hoje ela tem degraus para entrar, sempre quando eu pensava em fazer a minha casa própria, eu sempre imaginava ‘não quero uma casa que eu chegue e que digamos ela seja a nível da rua, quero subir os degraus e entrar nela’. E eu fiz a casa dessa forma, eu chego da rua e tenho três degraus para entrar em casa” (Elias).

O sentimento de gratidão emana nas suas palavras sempre que se refere à Hilê e também a sua família. Ele, a esposa e seus três filhos agora constroem sua história que é cheia de conquistas e realizações, mesmo com os momentos difíceis que ficaram marcados na memória. Hoje, seu maior objetivo é proporcionar estudos e uma vida confortável para a família, o que ele conseguiu.

“Eu me dedico ao máximo no que eu gosto porque é gratificante trabalhar aqui e ter a liberdade que a gente tem. As coisas nunca vieram fáceis, foi custo de muita batalha, o que eu tenho hoje em dia posso erguer as mãos pro céu e dizer que foi tudo mérito próprio, consegui com meu suor. Eu não ganhei uma herança, não tenho um pai que me sustentou a vida toda para eu ter minhas conquistas ou coisas assim, mas nunca desisti, sempre mentalizei o que eu queria” (Elias).

Elias, assim como cada colaborador, é peça importante e fundamental para o crescimento da Hilê. Ele já faz parte da história da empresa e continua realizando seu trabalho de forma séria e com muita dedicação.

“Dentro da Hilê passamos por bastante fases, essa parte onde estamos aqui eu ajudei a concluir, onde tem o depósito eu posso dizer que ajudei a fazer desde a parte de cravação de estacas, quando cheguei aqui tinha simplesmente um aterro. Quando eu cheguei aqui tinha 4 mil m² de parque fabril e hoje já temos mais de 8 mil m². Sou muito grato por fazer parte e me sinto orgulhoso por ter contribuído de alguma forma” (Elias).

E nós agradecemos pela sua dedicação e comprometimento com a Hilê, Elias! Somos uma grande família e temos orgulho de ter profissionais tão competentes e com uma história de vida inspiradora!

Suplementos alimentares: os números do mercado que você precisa saberSuplementos alimentares: os números do mercado que você precisa saber

O crescimento do mercado de suplementos alimentares nos últimos anos é notável, uma vez que a gama de produtos vem aumentando consideravelmente, assim como as marcas.

Esse aumento se dá pelo fato de que as pessoas buscam cada vez mais esses produtos para incluir na sua rotina.

Diante disso, hoje venho te apresentar alguns números de pesquisas recentes que mostram o aumento exponencial desse mercado e seu potencial para os próximos anos.

Essa é uma ótima oportunidade para você que deseja faturar mais ampliando sua linha de produtos naturais e suplementos alimentares ou, ainda, para quem quer investir na área mas não sabe por onde começar. Nós podemos te ajudar!

Um ponto importante para o aumento desse mercado no Brasil foi a publicação da RDC Anvisa nº 243/2018, que define os requisitos sanitários dos suplementos alimentares e caracteriza-se como um marco regulatório no país. Até então não havia uma definição legal para esses produtos.

De acordo com a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), grande parte dos produtos usados como suplementos alimentares era classificada em diferentes categorias regulatórias. Diante disso, a lógica anteriormente utilizada para diferenciar um alimento de um medicamento foi mudada.

Antes essa lógica era baseada na IDR (Ingestão Diária Recomendada), então, se um produto possuía quantidades de nutrientes acima de 100% da IDR, este era considerado um medicamento. Agora, os valores de IDR não são mais balizadores para definir se o produto é um suplemento alimentar ou medicamento.

Com isso, a comercialização dos suplementos alimentares se tornou mais simplificada e, hoje, há uma facilidade maior de encontrar esses produtos em diversos lugares.

Dados do mercado de suplementos alimentares

De acordo com dados da Associação Brasileira da Indústria de Alimentos para Fins Especiais e Congêneres (Abiad), o consumo de suplementos alimentares no Brasil aumentou 10% em cinco anos.

Em 2020, 59% dos lares brasileiros possuem pelo menos uma pessoa consumindo suplementos alimentares. Além disso, 72% dos brasileiros aumentaram os cuidados com a alimentação nos últimos tempos.

Das pessoas que consomem os suplementos alimentares, 85% utiliza esses produtos buscando benefícios para a saúde, enquanto 69% deles alia esse consumo à prática de atividades físicas.

Os números mostram ainda que a busca por esses produtos na internet também aumentou, sendo que 68% das pessoas ouvidas relataram que procuram informações sobre os produtos. Além disso, dos consumidores de suplementos, 51% das pessoas contou que recebeu recomendação profissional.

Segundo o IBGE, mais de 19% da população brasileira entre adolescentes, adultos e idosos consomem pelo menos um suplemento alimentar. O consumo desses produtos aumenta com a idade e, também, é maior entre as mulheres.

Isso mostra que as mulheres estão cada vez mais preocupadas em cuidar da sua saúde como um todo. Mas, além disso, elas buscam também um envelhecimento mais saudável e procuram nos suplementos alimentares meios de auxiliar na sua vaidade e autoestima.

Em um panorama geral, de acordo com dados do site Terra, 41% dos brasileiros consomem suplementos alimentares para diminuir o cansaço e a indisposição e, consequentemente, aumentar a energia.

Outra parcela da população, cerca de 21%, utiliza complexos para cuidados com a pele, cabelos e para a reposição da vitamina D, muito importante para o organismo mas complexa para se consumir por meio dos alimentos.

E, por fim, 19% das pessoas buscam nas fórmulas dos suplementos alimentares um aliado para o emagrecimento e reposição de ferro.

A busca por saúde e bem-estar

Segundo dados do Sebrae da pesquisa Euromonitor de 2020, o mercado de alimentação ligado à saúde e ao bem-estar cresceu 98% no Brasil de 2009 a 2014.

Esse setor movimenta US$ 35 bilhões por ano no país, que é o quarto maior mercado do mundo.

Isso mostra o crescimento exponencial do mercado de suplementos alimentares no país, uma vez que muitas pessoas buscam por esses produtos para complementar a alimentação de forma saudável.

Os números apresentados pela Associação Brasileira das Empresas de Produtos Nutricionais (Abenutri) e Associação Brasileira dos Fabricantes de Suplementos Nutricionais e Alimentos Para Fins Especiais (Brasnutri) estimam que em 2021 o mercado de suplementos alimentares no Brasil ultrapasse os R$ 2,6 bilhões. Nosso país lidera o mercado latino de suplementos alimentares segundo o site Terra. Há um crescimento previsto de 3% ao ano no país.

Segundo essas associações, estima-se que aproximadamente 2,5 milhões de pessoas consomem suplementos alimentares no Brasil. Esses produtos pertencem a 100 empresas, sendo 60% nacionais e 40% internacionais.

Neste cenário, “o Brasil é o terceiro maior mercado de suplementos alimentares do mundo, perdendo apenas para Austrália e Estados Unidos”, de acordo com o Estadão. Além disso, com a pandemia de Covid-19, os brasileiros ficaram mais preocupados em fortalecer a imunidade, o que aqueceu as vendas dos suplementos vitamínicos.

Outro ponto que fortalece o mercado de suplementos alimentares é que, para alguns especialistas na área da saúde, o corpo humano não é capaz de absorver todo o tipo de vitamina. Diante disso se incentiva o consumo de suplementos que possam suprir a falta de nutrientes no organismo.

E aí, vai ficar de fora desse mercado que só cresce e tem boas estimativas para o futuro?!

Monte seu projeto e entre em contato, nosso time especialistas de diversas áreas, que está pronto para te atender e fazer o seu negócio decolar!

Desenvolva sua linha com os melhores do mercado!

Processo de vendas: como estruturá-lo e obter sucesso no ramo de suplementos alimentaresmarca de suplementos alimentares

Hoje quero conversar com você que tem como objetivo comercializar suplementos alimentares mas não sabe como tornar esse um negócio lucrativo. Você tem a ideia, sabe que aqui vamos te ajudar com todo o processo de fabricação, desde a formulação até a criação do rótulo, mas não sabe como proceder com o processo de venda para ter sucesso?! Vou te auxiliar com isso! 

O mercado de suplementos alimentares cresce a cada dia e cada vez mais as pessoas buscam uma melhor qualidade de vida, com soluções práticas como os suplementos alimentares, que podem ser consumidos de forma rápida. 

Já te mostrei aqui como encontrar o nicho correto para produzir sua linha de suplementos alimentares e, agora, vou te dar dicas de como estruturar um processo de vendas para a sua marca de suplementos. 

Primeiramente é preciso pensar em uma estrutura, um processo completo que pode ser montado e ensinado às pessoas que irão fazer parte do time de vendas.

Outro ponto importante é realizar treinamentos e deixar claro os objetivos da empresa perante esse setor e mostrar o caminho que deve ser trilhado.

Estabelecer e seguir um processo de vendas auxilia os vendedores na resolução de problemas e tomada de decisões. Quando se tem os passos que devem ser seguidos, o vendedor sabe exatamente o que fazer em determinadas situações que podem ocorrer. 

Esse processo de vendas é composto por várias etapas que precisam ser replicáveis e ensinadas aos colaboradores. Elas agilizam a tomada de decisão e otimizam o tempo do vendedor. Funciona como um mapa para a equipe e deve ser prático e funcional, para que todos possam entender e executar com naturalidade. 

Um ponto importante é que a grande maioria das empresas não define um processo de vendas, o que dá mais liberdade aos vendedores. Mas, isso pode ser prejudicial, uma vez que o colaborador não estabelece uma rotina ou até mesmo metas. 

Como estruturar um processo de vendas

No mercado de suplementos alimentares isso não é diferente. Esse é um nicho que cresce a cada dia, com novos produtos e novas marcas que querem se consolidar e conquistar seu lugar. Diante disso, estruturar um processo bem definido e com objetos claros é crucial. 

Na Hilê trabalhamos com diversas equipes e setores e cada uma tem sua função definida no processo de vendas para que os objetivos sejam alcançados. E neste texto você vai encontrar dicas para estruturar um processo ideal para sua empresa e alavancar as vendas da sua marca de suplementos alimentares. 

Não há uma fórmula mágica ou padrão para um processo de vendas de sucesso, é preciso definir cada etapa de acordo com o segmento da empresa e seus objetivos com as vendas, inclusive nas relações B2B e B2C. Cada público precisa de uma abordagem diferente para se atingir o objetivo em comum: a venda dos suplementos alimentares e a consolidação da marca no mercado.

Diante disso, há quatro etapas consideradas fundamentais em um processo de vendas que podem te auxiliar e podem ser adaptadas conforme a realidade do seu mercado. São elas: Prospecção; Qualificação; Apresentação; Fechamento; e Acompanhamento. 

Prospecção

Esse é o primeiro contato para iniciar o processo da venda, a porta de entrada dos clientes. Cada empresa trabalha de uma maneira, mas os clientes em potencial podem ser buscados em plataformas online, bancos de dados, redes sociais, eventos, por meio de networking ou até mesmo por indicação de outros clientes.

Quando possível, é recomendável que se tenha uma equipe de pré-venda, especialmente em vendas complexas. Esses colaboradores farão o primeiro contato com o lead, se colocando no lugar deles e com a função de tentar entender suas necessidades, modelo de negócios e os desafios reservados a eles. 

Uma abordagem correta e adequada do lead é fundamental para repassar a ele uma boa impressão da empresa. Os primeiros segundos de uma conversa são preciosos para conquistar a atenção do prospect. Compradores de empresas buscam vendedores que agem como consultores confiáveis. Por isso a importância de ter uma equipe de pré-venda que receba esse lead e o atenda bem, conseguindo o maior volume possível de dados ricos sobre ele para dar início a um relacionamento de confiança. 

Repasse informações sobre a empresa para o cliente e apresente as soluções que pode oferecer para determinados problemas. Sempre entenda e procure mostrar a ele qual lacuna pode preencher com seu produto e como vocês podem trabalhar em conjunto. 

Qualificação dos leads

Nessa fase são classificados os leads que apresentam chances reais de compra e separá-los do restante da base de possíveis clientes. Isso faz com que apenas as melhores oportunidades avancem no processo comercial e de vendas, o que vai tornar mais eficiente o fechamento de vendas, atingindo o objetivo da empresa e de toda a equipe. 

Para poder executar esse processo de qualificação com excelência é preciso que o pré-vendedor ou a pessoa que faz o primeiro contato saiba ouvir. Esse é um fator determinante para transformar um prospect em cliente. Antes de chegar ao ponto crucial, que é mostrar quem você é e o que a sua empresa faz, faça perguntas ao cliente, entenda o que ele precisa e o que ele espera da conversa. Atitudes assim são cruciais para estabelecer uma boa conexão com o lead  e converter a venda. 

Nessa conversa vai ser possível identificar se sua empresa atende a necessidade do cliente e se ele tem orçamento e está disposto a comprar seu produto. Esses são requisitos mínimos no momento da identificação e qualificação de um lead.

Com esse ponto bem estruturado e a ajuda de uma ferramenta de qualificação de leads, se necessário, esse cliente avança de forma eficaz pelo funil de vendas. 

Apresentação

Após passar pelos dois processos anteriores, agora o time de vendas já tem uma série de informações mais precisas sobre o lead, o que faz com que a apresentação seja pensada e preparada com foco nele. No caso de marcas do ramo de suplementos alimentares, para o comércio B2B, por exemplo, é preciso saber o segmento que o cliente trabalha para apresentar a ele os produtos que se encaixam em seu comércio. 

Esse é o momento para tirar todas as dúvidas do cliente e rebater as possíveis objeções que ele possa ter referente ao seu produto. É um momento delicado do processo de vendas, pois é preciso ter o cuidado para não ser impositivo, mas mostrar ao cliente que a empresa quer auxiliar. 

Durante a apresentação é preciso conduzir o lead para o fechamento da venda, sempre dando os melhores encaminhamentos para chegar nesse objetivo. Nesse momento é preciso focar no cliente em potencial, ouvir e avaliar seus receios e oferecer soluções práticas para os seus problemas. Sempre mantenha uma comunicação clara, não deixe dúvidas para o cliente. 

Fechamento

O fechamento é o momento mais esperado do processo comercial, que é quando um prospect se torna um cliente e está nas mãos do vendedor conseguir concluir essa oportunidade. 

Esse momento deve ser planejado. Quando todas as etapas anteriores são seguidas, somente as melhores oportunidades chegam à reunião de venda. Durante a reunião o vendedor deve usar técnicas de persuasão e usar gatilhos mentais com foco na negociação. 

Neste momento também é necessário discutir questões burocráticas, técnicas e jurídicas para, após isso, assinar o contrato. 

Acompanhamento

Por fim, após a venda ser concretizada, é preciso acompanhar esse cliente até o fim do contrato, se colocando à disposição dele sempre que necessário. Um bom atendimento que culmina no sucesso do cliente pode influenciar na sua satisfação e isso pode fazer ele recomendar sua empresa para outros clientes. 

Essas são algumas dicas que podem fazer você alavancar suas vendas de suplementos alimentares. É bom lembrar que essa não é uma fórmula única e mágica, mas que seguir esses passos pode auxiliar para o seu sucesso. 

Confira mais dicas em nosso blog e redes sociais. Conteúdos exclusivos para ajudar a alavancar a sua marca!

 

Como encontrar o nicho correto para sua linha no mercado de suplementos alimentaresmercado de suplementos alimentares

O mundo mudou e, seguindo essa tendência, as pessoas também mudaram. São diversos novos hábitos e opiniões que se projetam em diversos campos, inclusive na alimentação. Diante disso, há o desafio de saber como encontrar os novos clientes para quem deseja empreender no ramo alimentício, especialmente no mercado de suplementos alimentares. 

Durante a pandemia, a procura por suplementos aumentou e, consequentemente, o mercado de suplementos alimentares foi aquecido. Por isso, saber detalhes sobre o segmento e, especialmente, o que dará mais retorno é fundamental para quem pensa em investir nesse nicho de mercado. 

O mercado de suplementos alimentares cresce cada vez mais, são diversas fórmulas que auxiliam na promoção de resultados  eficazes na saúde dos usuários. 

Segundo dados da AGP Pesquisas, no estudo O Mercado de Suplementos Alimentares no Brasil, 59% dos lares brasileiros possuem pelo menos uma pessoa consumindo suplementos alimentares.

Isso é reflexo da busca dos brasileiros por uma alimentação mais saudável e equilibrada. E, para quem deseja atuar nesse ramo, uma das principais dicas é escolher seu público-alvo e apostar no atendimento personalizado com esse público, atendendo suas necessidades de forma prática. 

A personalização do atendimento é abordada por uma pesquisa feita pela Octadesk e Mindminers chamada Customer Experience Trends. Segundo os dados, os clientes se sentem valorizados quando a empresa se preocupa com um atendimento especial. 

Pensando no mercado de suplementos alimentares e alimentação funcional, essa lógica se aplica ao pensar e personalizar os produtos até a chegada no consumidor final com o intuito de superar as expectativas. 

 

Mas como escolher o nicho correto?

Escolher o público para o qual se quer vender é um passo decisivo antes de entrar no mercado de suplementos alimentares. Diante disso, é preciso saber o que se vai vender e conhecer o produto. É necessário compreender a necessidade dos possíveis clientes e, para isso, toda estratégia é válida: levantamento de mercado, boca a boca e até pesquisa paga para entender a necessidade do público. 

Além disso, é necessário oferecer um produto que ganhe espaço no mercado e não seja uma necessidade passageira. É preciso pensar em um suplemento que as pessoas irão utilizar a  longo prazo. E, para isso, é necessário conhecer o mercado. 

O mercado de alimentos e produtos funcionais é um dos que mais cresceu nos últimos anos, cerca de 12,3% ao ano, segundo dados do Euromonitor Internacional. 

Uma dica fundamental para se consolidar no mercado de suplementos alimentares é estar por dentro das tendências, saber o que as pessoas estão consumindo e o que ainda precisam. 

O Brasil é o terceiro maior mercado de suplementos no mundo, atrás apenas de Estados Unidos e Austrália, o que mostra que o segmento já oferece diversas opções aos clientes. Diante disso, apostar em um diferencial atraente é a chave para o sucesso no mercado de suplementos alimentares.  

 

Conhecer seu público-alvo

Outro ponto fundamental para quem quer fazer seu nome no mercado de suplementos alimentares é conhecer para qual público vai vender seu produto.

Hoje em dia, as preferências são variadas, sendo que há pessoas veganas, vegetarianas, que consomem carne e aquelas que possuem maus hábitos alimentares mas querem se manter saudáveis. Apesar de parecer impossível abranger todos os gostos, o mercado de suplementos alimentares consegue se encaixar e atender todas as necessidades de forma a proporcionar bem-estar e qualidade de vida. 

Uma pesquisa feita pela Associação Paulista de Supermercados (APAS) mostra o seguinte cenário: 

E, além de pensar na melhor opção, hoje, quanto mais prático e rápido o preparo do suplemento, ele ganha a preferência do público que, apesar de buscar hábitos mais saudáveis, ainda tem uma rotina corrida. 

Outra pesquisa, a Brasil Food Trends 2020 mostra que o cliente do mercado de suplementos alimentares já tem um objetivo específico em mente no momento de comprar o produto. Dentre as preferências, o que se destaca é a procura por produtos saudáveis e que proporcionem bem-estar, como: benefícios ao desempenho físico, mental e à saúde do coração, auxílio ao sistema gastrointestinal, o viés cosmético e o foco em atletas.

E aí, ficou interessado em investir no mercado de suplementos alimentares?

A Hilê pode te ajudar a tirar esse sonho do papel, com a vantagem de trabalhar com uma das maiores indústrias do Brasil, tendo setores especializados e uma equipe pronta para te atender. 

Aqui temos pessoas especializadas desde a escolha da fórmula até a escolha e montagem do rótulo do seu produto, garantindo que ele tenha visibilidade de mercado e esteja dentro das exigências e especificações

 

Para saber de mais detalhes, chame uma de nossas consultoras de sucesso, clicando aqui.

Suplementos alimentares e sua revolução no mundo atualsuplementos alimentares

Há pouco tempo, cerca de uma década, os suplementos alimentares não eram vistos como algo bom ou um aliado para manter a boa saúde. Pelo contrário, esses suplementos eram associados apenas aos esportistas que faziam exercícios pesados de musculação. 

Essa estigmatização foi associada aos suplementos alimentares justamente porque era comum que a maioria dos consumidores fossem esses esportistas adeptos ao fisiculturismo. 

Mas, assim como tudo à nossa volta, esse conceito foi mudando ao longo dos anos e, hoje, os suplementos alimentares são aliados para auxiliar as pessoas a manter uma vida saudável. 

Com a rotina corrida e o imediatismo que vivemos a todo instante, cada vez mais pessoas estão se tornando adeptas ao fast food, que agora faz parte do dia a dia de muitas pessoas. Esse dado é provado em um estudo encomendado pela Johnson & Johnson que aponta que, em média, uma pessoa gasta 41 minutos para concluir suas principais refeições diárias. Isso mostra que, por exemplo, são pouco mais de 13 minutos dedicados ao almoço.

A falta de um tempo adequado para realizarmos refeições mais saudáveis faz com que o organismo não absorva todos os nutrientes necessários. E, mesmo que essa atitude passe despercebida no dia a dia, pode causar danos sérios à saúde, especialmente a longo prazo.

E foi exatamente essa busca por hábitos mais saudáveis que nos fez procurar cada vez mais por suplementos alimentares. 

Buscamos manter os hábitos saudáveis e os suplementos alimentares são nossos aliados no dia a dia. São eles que nos auxiliam a manter o corpo saudável para acompanhar a rotina corrida. Esses fatores fazem com que ter uma linha de suplementos alimentares, se torne uma oportunidade de negócio altamente rentável.

Como prova disso, outro ponto que fez com que as pessoas procurassem por suplementos alimentares foi a pandemia de Covid-19 que o mundo enfrenta. Agora, mais do que nunca, manter uma imunidade boa e se manter saudável se tornou a prioridade das pessoas. 

O aconselhamento da Sociedade Internacional de Imunonutrição (International Society for Immunonutrition – ISIN) para o momento atual é de apoiar a nutrição individual, com antioxidantes e nutrientes que auxiliam o sistema imunológico a funcionar de forma adequada, para garantir a defesa do organismo. 

Foram mais de dez anos de discussão de especialistas para, finalmente em 2018, os suplementos alimentares serem reconhecidos pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) com a publicação do novo marco regulatório para suplementos alimentares no Brasil. Após isso, os suplementos começaram a ser oferecidos para todas as pessoas de forma segura e com comprovação de qualidade. 

E garantir a qualidade dos produtos é prioridade aqui na Hilê. Seguimos rigorosamente os padrões de fabricação e controles necessários para que o seu produto chegue ao mercado com máxima qualidade.

Uma pesquisa recente da Associação Brasileira de Alimentos para Fins Especiais e Congêneres (Abiad) mostra que a busca pelos suplementos alimentares aumentou e a pandemia incentivou ainda mais a demanda por esses produtos. Os dados mostram que 63% das pessoas entrevistadas se preocuparam em melhorar a imunidade nesse período. Outro ponto importante é que muitas delas são iniciantes nesse tipo de tratamento.

Diante desse novo cenário, investir em uma fórmula que faça sentido para o mercado e a sociedade é uma boa estratégia para quem quer auxiliar a população e aumentar seu faturamento.

Médicos e especialistas recomendam o uso de suplementos alimentares para manter uma vida mais saudável, o que reforça a  justificativa da procura por esse produto, sendo isso uma ótima oportunidade de negócio atualmente. 

Os suplementos alimentares causaram uma revolução na indústria alimentícia, por auxiliar as pessoas de forma prática e contínua, abrindo perspectivas de desenvolvimento para o futuro. 

E aí, que tal investir nesse ramo e auxiliar na manutenção da saúde e bem-estar das pessoas? Aqui na Hilê temos colaboradores e setores especializados para te ajudar em todos os aspectos a encontrar o melhor produto para sua empresa. 

Desde a fórmula até o rótulo, acompanhamos o seu negócio para garantir a melhor qualidade do seu produto. 

 

Para saber de mais detalhes, chame uma de nossas consultoras de sucesso, clicando aqui.

Histórias da Hilê: Simone, a mulher que encontrou aqui dois amores para a vidaamor

O amor é um dos sentimentos mais imprevisíveis e nasce nos lugares mais improváveis. Um esbarrão na rua, um encontro em uma confraternização de amigos em comum ou até mesmo no trabalho. Quando se gosta do que faz, o amor pelo trabalho, tudo acaba fazendo mais sentido. Mas, e quando se encontra o amor verdadeiro, aquele que dura toda a vida, no ambiente de trabalho? Hoje, vamos compartilhar aqui nas Histórias da Hilê uma  história de amor e, sobretudo, de gratidão.

Filha de Dorival Brandelero e Zelinda Zanandrea (In memorian), Simone sempre teve uma base muito sólida, mesmo quando aos 17 anos, passou, junto com os irmãos, pelo processo de separação dos pais. Com isso, foi morar com a mãe e irmãos, mas sempre teve uma ligação muito forte com a sua família, nunca perdeu este laço que é algo muito importante na sua vida.

“Minha família sempre me apoiou em tudo, me deu todo o apoio que eu precisava, em todos os momentos, para tudo, desde criança, tive uma infância muito boa, fui muito feliz junto com a minha família. A gente sempre conversou, e teve a união como base, eu tenho um exemplo deles muito grande, eu sou o que sou hoje por eles. A minha mãe sempre fez tudo por mim, meus irmãos também, sempre me ajudaram, estavam ali me dando amor, carinho, tudo o que precisava eu tive”. (Simone)

A base da família sempre prevaleceu na vida de Simone, e é um dos motivos, o qual ela se encontrou enquanto pessoa e profissional e está até hoje na Hilê. A sua história aqui se iniciou há 20 anos atrás, quando começou, trabalhava embalando os chás, na antiga Nobel. Ao longo dos anos teve a oportunidade de participar de cursos de aperfeiçoamento e aumentando a sua experiência no setor, Simone reforça a todo o momento a gratidão que sente por todas as oportunidades que teve para chegar até o cargo que ocupa hoje e contribuir para o crescimento da empresa e seu próprio crescimento profissional. 

Não é atoa que hoje ela é líder do setor de chás e todos a sua volta amam ela, fomos a primeira empresa que ofereceu a ela uma oportunidade de trabalho. E sabe o melhor? A história dela acompanha o nosso crescimento e é marcada por uma trajetória de crescimento profissional, gratidão e amor pelo que faz.

“Eu comecei com 18 anos, foi o meu primeiro emprego e era tudo muito diferente do que é hoje, quando eu comecei tinha duas máquinas. Tinha uma que embalava o chá, uma plastificadora. Depois de um ano a gente teve oportunidade de vir aqui onde é a Hilê hoje, trabalhar diretamente com o Sandro. E não é por acaso que estou até hoje, gosto muito do que eu faço, sempre procuro dar o melhor de mim com toda responsabilidade, dedicação e amor com o que faço”. (Simone)

Seu crescimento profissional segue lado a lado com o crescimento da empresa. Realizada profissionalmente, a Hilê faz parte da construção também da sua família.

Após algum tempo na empresa Simone, conheceu Jardel, onde  descobriu ser o amor de sua vida. Entre as máquinas que já começavam a se multiplicar e ocupar mais espaços, os olhares se encontraram e uma paixão nascia.

O amor entre Simone e Jardel foi a base para a construção da sua família, Amanda filha do casal vinha para dar cor e alegria ao seu mundo. 

“Dois anos que eu estava aqui eu tive a minha filha Amanda, foi um momento que me marcou bastante, porque eu tive ela prematura e a Amanda sempre foi uma menina muito saudável, inteligente, foi crescendo e eu nem tenho palavras sou uma mãe muito orgulhosa. Eu e meu marido estamos sempre juntos, em todos os momentos, nos ajudando e isso vai deixando a gente grato e feliz por isso. A minha família é o meu porto seguro, são muito importantes para mim, me sinto muito bem com eles, tudo o que eu posso fazer pela minha filha eu faço e até além do que a gente pode”. (Simone)

Simone e Jardel conseguiram conquistar, juntos e somando esforços ao longo da vida, bens materiais que, no início do namoro pareciam sonhos distantes, mas se tornaram realidade. Eles casaram e, como diz o ditado, “quem casa, quer casa”, os dois conquistaram um apartamento e carro próprio. 

E enquanto empresa é tão bom saber que tivemos uma participação especial nesta história. Hoje Simone se sente grata por acompanhar todo o desenvolvimento da empresa e, principalmente, por fazer parte dele. Ela sempre levantou a cabeça e se propôs a encarar novos desafios assim que eles apareciam. 

amor

“Eu sempre tive aquele medo que eu não ia conseguir, não ia dar conta, então foi bem desafiador para mim. Eu fui, mas com aquele sentimento de não saber, de não dar conta,  não saber lidar com aquilo, na época foi bem desafiador”. (Simone)

E é tão bom saber que após 20 anos a Simone está aqui com a gente, é líder de setor e amada pela sua equipe. Todo o seu amor e carinho é visto pelas pessoas que estão próximas a ela.

E o melhor, agora, ela pode dizer que formou duas famílias aqui dentro da Hilê: sua família afetiva, o marido que conheceu aqui e a filha que é fruto desse amor e sua família profissional, formada por todos os colegas de trabalho que, junto com ela, ajudam diariamente no desenvolvimento da empresa. 

Simone busca sempre resolver todos os problemas quando surgem, para manter a boa relação. Atritos são inevitáveis, mas, colegas de trabalho são uma segunda família que fazem parte do nosso convívio e Simone preza muito por isso. Ela reconhece que todos os colaboradores são importantes e indispensáveis para o andamento da empresa. 

“Ser líder é a prova que eu gosto muito do que eu faço, sou feliz de estar aqui e de fazer o que preciso, cuidar de cada detalhe e depositaram essa confiança em mim, para desenvolver esse trabalho, cuidar do setor, poder liderar, a gente é uma equipe muito unida, sempre buscamos um ajudar o outro, estou sempre a disposição no que eles precisam, sempre tentando resolver, é algo que gosto muito! Espero sempre continuar assim, ir batendo as metas que a gente almeja, tanto na vida profissional, quanto pessoal, sempre buscar novos conhecimentos, fazer novos cursos, aprender coisas novas, para gente ir se destacando cada vez mais”. (Simone)

Simone faz questão de expressar sua gratidão a cada palavra dita sobre a empresa, especialmente quanto às oportunidades que teve de crescer profissionalmente. Ela é uma mulher realizada em sua vida e a Hilê também é muito grata por fazer parte da sua história. 

Obrigada Simone, por toda a sua alegria e comprometimento com a Hilê. Se você produz chá com a gente, provavelmente passa pelas mãos da Simone, e pode ficar tranquilo que está sendo cuidado com muito amor e carinho!

Como utilizar a estratégia de marketing sensorial para suplementos alimentaresMarketing Sensorial

Somos movidos por estímulos, e graças aos nossos sentidos conseguimos ver, ouvir, sentir cheiros, experienciar as notas gustativas em nosso paladar e ter sensações com o tato. O nosso sistema sensorial é formado por 5 sentidos principais, e os mesmos possibilitam que o ser humano tenha experiências diversificadas ao usá-los. 

Provavelmente, você já teve alguma lembrança ao sentir um cheiro que aparentemente era conhecido, ouvir uma música e viajar nos pensamentos, experimentar uma comida que lhe levava a momentos nostálgicos da infância ou de um momento importante, assim como ver e encostar em algo pode remeter há uma lembrança. Usamos a todo o momento o nosso sistema sensorial.

E é aí que está a grande sacada do marketing sensorial, não precisamos ser gênios para entender que as pessoas estão saturadas com tanta informação, hoje tudo é muito mais fácil e acessível, entretanto, quando envolve propaganda e publicidade o consumidor já olha com olhos negativos.

Isso acontece porque tem muita informação “inútil”, e as empresas utilizam de estratégias invasivas para vender e por conta disso está ficando cada vez mais difícil atrair o consumidor. Tendo em vista esse fator, para nós a primeira regra é: as pessoas não querem mais comprar algo e ter apenas aquele produto ou serviço em troca, elas querem ter uma experiência por trás, ganhar algo a mais, que venha agregar na sua vida.

E para isso acontecer, as marcas precisam sair das suas caixinhas de que tudo se baseia na “venda e troca” e pensar no consumidor, entender o que o seu público deseja. Por isso, é essencial ter um planejamento de marketing e neste caso, iremos explorar o marketing sensorial para o segmento de suplementos alimentares.

Ants de iniciar nas estratégias em específico, é necessário explanar o que é de fato o marketing sensorial, para posteriormente verificar sua aplicação. 

 

Marketing Sensorial é a utilização de componentes sensoriais para potencializar a mensagem de uma empresa, torná-la relevante, e assim, transmitir uma experiência diferenciada para os seus consumidores.

O conceito mais usual de Marketing Sensorial foi escrito por Martin Lindstrom em seu livro Brand Sense que descreve que devemos quebrar uma marca e verificar quais dos componentes sensoriais podem ser usados para transmitir um diferencial competitivo para uma empresa, sempre com foco em seus consumidores. É a ideia de questionar as abordagens tradicionais, que normalmente são bidimensionais, ou seja, usam apenas de dois sentidos em suas estratégias de Marketing, o componente visual e auditivo, como notamos nas propagandas. 

Em virtude deste processo, uma das formas de auxiliar estes consumidores no ambiente de compra, e para isso, temos as descobertas do Neuromarketing que pode nos ajudar a criar melhores experiências e consequentemente, ser visto como uma marca que gera valor ao cliente, ou como costumamos chamar “marcas fortes”, que são as primeiras a vir na cabeça do consumidor na hora de comprar um produto ou serviço. 

É fato que todos queremos ser uma marca forte, e estar como número um na lista de escolha do consumidor. Para lhe ajudar, pensamos em algumas estratégias de marketing sensorial para suplementos alimentares. Utilizamos os 5 sentidos para se diferenciar perante o mercado. 

 

O primeiro deles é o componente visual: as empresas podem utilizar de imagens para tornar sua oferta tangível em termos de percepção, como por exemplo, uma embalagem atrativa, a qual invista em cores, texturas, tipografia, formatos, entre outros elementos, que chamem atenção na gôndola pelos seus componentes visuais.

 

Componente auditivo: aqui entra uma das etapas de branding, que é o Sound Branding, pensar em uma trilha sonora que faça sentido para o consumidor (compartilhar no Spotify), também podendo usar podcast com informações. Se tiver uma loja física pode ser utilizado uma trilha sonora que tenha a ver com o DNA da sua marca para promover as boas sensações ao cliente dentro da loja.

 

Componente tátil: estudos em Neuromarketing evidenciam que quando tocamos um produto temos o sentimento de posse (previsibilidade dos fenômenos). Aqui entram embalagens com texturas, caixas que usem relevos, sejam sustentáveis, promovam boas experiências apenas ao tocar o produto.

 

Componente gustativo: como o uso do paladar para identificar se um alimento é prazeroso ou se pode significar uma ameaça, pode ser potencializado por meio de amostras grátis para que os clientes possam saborear o produto antes de sua utilização. Além de investir no sensorial (sabor) do solúvel, chá, entre outros produtos naturais.

 

Componente olfativo: identificar pelo cheiro do produto e, literalmente, ligar a nossa atenção para a oferta de um produto, cheirinho de chá, solúvel que seja atrativo ao nosso olfato. Remeter a lembranças nostálgicas, como o cheirinho do chá que a nossa avó fazia. 

 

Estes são alguns exemplos usuais para criar produtos com marketing sensorial, além destes a sua marca tem inúmeras estratégias tanto online quanto fisicamente para promover boas sensações. O importante é entender quem é o seu público, qual dos componentes sensoriais você pode usar para conquistar ainda mais e fidelizar o seu cliente.

 

Use e abuse dessas dicas e lembre que o cliente quer muito mais do que um produto, ele quer viver uma experiência!

Nootrópicos, a droga da inteligênciaNootrópicos

Você já ouviu falar na droga que promove inteligência? Não se preocupe, não vamos falar de nada que vá contra as regras da Anvisa. Mas você precisa continuar a leitura e saber mais sobre Nootrópicos e como este assunto vem promovendo várias discussões e sucesso para muitas marcas.

Você já ouviu falar em Nootrópicos? Hoje vamos explorar este assunto, vou lhe apresentar o que é nootrópico e como você empreendedor pode ter em sua linha de suplementos alimentares de um jeito que esteja de acordo com as regras e os órgãos regulamentadores,  para que alavanque a sua marca com um super produto!

Bem, os nootrópicos ficaram conhecidos como “smart drugs” em português as drogas da inteligência. Este termo teve popularização entre estudantes universitários e empresários do Vale do Silício. Os quais utilizavam de fórmulas nootrópicas para “turbinar o cérebro”. 

E a partir daí,  o assunto começou a ganhar notoriedade e estudos à sua volta. Até que nós indústria de alimentos resolvemos explorar mais este assunto e começar a pensar em fórmulas que tenham os benefícios que deram origem aos nootrópicos, mas de forma que seja um produto natural e que faça a suplementação do organismo.

Os nootrópicos são substâncias com ação cerebral, capazes de aumentar o foco, atenção, memória e raciocínio. A sua utilização tem o intuito de melhorar o desempenho, concentração e ampliar a capacidade mental para se destacarem no trabalho e estudos. 

Os nootrópicos têm seu efeito reconhecido devido ao fato de agirem diretamente no sistema nervoso central e, com isso, estimularem seus neurotransmissores, aumentando a performance intelectual e cognitiva. 

Buscamos com os nossos especialistas entender como funciona uma formulação para o cliente vender um produto nootrópico. Vamos explanar três componentes que se destacam neste mercado dos suplementos da inteligência. Os estudos são embasados por profissionais e autores da área.

 

L-TRIPTOFANO

Através de estudos científicos foi comprovado que uma depleção aguda de triptofano provocaram uma diminuição dos níveis de serotonina no cérebro, ocasionando então alteração no humor, permitindo a análise do comportamento dependente da serotonina.

O L-triptofano é um aminoácido essencial, que desempenha um papel significativo na neurodegeneração. A relação entre triptofano e distúrbios neurológicos pode ser explicado pela evidência de que este aminoácido é um conhecido precursor dos neuromoduladores fundamentais, e pode até explicar as evidências recentes sobre seu uso terapêutico na neurociência.

 O triptofano, é 1 dos 9 aminoácidos essenciais, que não é sintetizado em seres humanos e é geralmente obtido através de ingestão ou liberado durante as vias metabólicas de proteína. Este aminoácido representa um componente crítico de várias funções metabólicas e pode atuar como um importante determinante de humor, cognição, e comportamento. 

Para a produção de serotonina ocorrer, o triptofano precisa primeiro ter acesso ao sistema nervoso central através do sistema hematoencefálico. O triptofano é um substrato para o sistema de transporte de aminoácidos e compete para o transporte com vários outros aminoácidos essenciais para o funcionamento do cérebro. Esta competição para o transporte é a base para algumas dietas agudas de diminuição de triptofano.

 

L-TEANINA

 A L-teanina diminui o estresse oxidante causado por estes agentes em células normais. Como antioxidante melhora alguns dos efeitos colaterais dos agentes quimioterápicos. L-teanina, por um mecanismo desconhecido, parece inibir o edema de células normais quimioterápicas. O mecanismo da atividade na alteração de humor possível de L-teanina é também desconhecido. O aminoácido pode afetar o metabolismo e a liberação de alguns neurotransmissores no cérebro, tal como a dopamina. Estudos demonstraram que L-teanina induz atividades no cérebro correlacionando um estado percebido de relaxamento. 

 

CAFEÍNA

A cafeína é considerada como uma droga estimulante do sistema nervoso, estando presente em alimentos e produtos. 

A utilização de alguns suplementos nutricionais com potencial ergogênico (substâncias que melhoram o desempenho, também conhecidas como drogas que aumentam o desempenho), dentre elas, a cafeína, tem-se mostrado eficiente por protelar o aparecimento da fadiga otimizando, portanto, o desempenho físico. Isso significa que a cafeína é um potente modulador do sistema nervoso central, inibindo o sistema nervoso parassimpático. Consequentemente, no nível central, a suplementação de cafeína aumenta o estado de alerta e melhora o humor, melhorando assim, o desempenho cognitivo.

Os nootrópicos são suplementos que vem tendo alta demanda do público, se caracterizando como uma ótima oportunidade de investimento. Quer saber mais sobre como ter a sua linha de Nootrópicos? Clique aqui para saber mais!

A oportunidade perfeita para o seu negócio é com a Hilê!oportunidade de negócio

Hoje eu quero falar com você que já é empreendedor, tem a sua linha de suplementos alimentares, mas está sempre em busca de oportunidades para alavancar o seu negócio. Vou lhe mostrar os segmentos que estão em alta e quais são as oportunidades de negócio dentro da área de suplementos alimentares.

Bem, não é novidade que a Hilê é uma das maiores Indústrias de terceirização de suplementos alimentares, produzimos para marcas que são líderes de mercado e estamos sempre otimizando nossos processos e capacitando nossos profissionais para que ocorra uma constante evolução.

A seguir vou lhe apresentar os segmentos que estão em alta, juntamente com fórmulas que estiveram presentes no primeiro semestre de 2021 e o perfil do público que consome suplementos alimentares.

Academia

Cada vez mais o segmento de academia tem tido notoriedade,  e desde muito tempo o público desta área tem um propósito muito forte e o consumo de suplementação está alinhado aos seus objetivos. 

Tornando-se uma ótima oportunidade de negócio se você já tem uma academia, criar uma linha própria de suplementos para o seu público. Você tem a vantagem de ter pessoas que confiam no seu trabalho e certamente vão confiar no seu produto, além de realmente saber o que estará proporcionando aos seus clientes.

Clínica Estética

As Clínicas estéticas estão cada vez mais em alta, afinal as pessoas querem se sentir lindas e alcançar a “perfeição”. Para isso buscam soluções em procedimentos estéticos. 

Com essa demanda é evidente a oportunidade da clínica estética criar a sua própria linha de nutricosméticos, entendendo a demanda do público e proporcionando produtos que realmente farão a diferença nos procedimentos estéticos.

Criando sua própria linha de produtos você terá várias vantagens, criará produtos realmente eficazes, e alavancará seus lucros.

Laboratório e Farmácia

Com a pandemia, o segmento de farmácia e laboratório foi uma das áreas que mais cresceu, um dos principais motivos é a alta demanda por vitaminas e produtos que auxiliassem na imunidade.

Quando o assunto é produtos para saúde, o primeiro lugar que vem em nossa mente na hora de comprar é laboratórios e farmácias.  Isso porque em nosso subconsciente sempre quando é algo sério recorremos à aqueles que confiamos. 

Por isso, você que atua neste segmento a terceirização de suplementos alimentares tem vários benefícios para o seu negócio: Produtos de alto padrão; Baixo custo; Produto finalizado com a sua marca economizando seu tempo.

Indústrias, Franquias e Mercado

Terceirizar uma linha de suplementos alimentares é uma ótima oportunidade para estes segmentos, ter um produto com a sua marca trás relevância, confiança e alta rentabilidade.

Hoje o público busca praticidade,  se tudo estiver em um único lugar melhor ainda! Além é claro de gerar o diferenciar, hoje as pessoas são aptas às novidades e qualidade dos produtos. Ter um produto com o seu nome pode ser uma boa escolha para se diferenciar no mercado.

Distribuidor

Se você é distribuidor está sempre atento às demandas de mercado, e a gente sabe que muitas vezes o que é pedido não é entregue, e é aí que se você enquanto empreendedor se diferencia do mercado.

Criando sua própria linha de suplementos alimentares você ganhará mais notoriedade, margem de lucro e muito mais!

Vantagens de terceirizar com a Hilê

Tenha sua linha de produtos alimentares com uma das maiores indústrias do Brasil e saia na frente. Aproveite esta oportunidade e fale com uma de nossas consultoras de sucesso.